Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

TradersClub Daily: Incertezas políticas alimentam correção da Bolsa

28/09/2017 - 12:10

Olá, bom dia! Este é o TradersClub Daily com tudo o que você precisa saber agora.

Brasília volta a testar o humor do mercado nesta quinta-feira (28). Se perder o apoio do PSDB com Aécio Neves afastado, o governo Michel Temer terá de se esforçar em prol da governabilidade para barrar a denúncia contra o presidente na Câmara. Assim a votação da reforma da Previdência fica em segundo plano em meio ao breu das eleições em 2018.

Já conhece o TradersClub? Acompanhe o debate em tempo real!

A piora do sentimento sobre o ambiente político ajudou a derrubar o Ibovespa pelo quinto dia seguido na quarta-feira (27). As desvalorizações de ações prevaleceram apesar do êxito do governo com a venda de ativos de energia e petróleo em tempos de ajuste fiscal, simbolizando confiança de estrangeiros na retomada da economia brasileira.

Abaixo, os principais destaques da imprensa brasileira e da comunidade de investidores TradersClub:

Comprar ou Vender?

Acompanhe as análises em tempo real no canal #relatórios do Tradersclub

Credit Suisse/ Celulose – O Credit Suisse anunciou uma revisão para cima dos preços-alvos das ações da Fibria (FIBR3) e Suzano (SUZB5). A recomendação outperform, equivalente à compra, foi mantida para a Fibria – a preferida – e Suzano. Klabin (KLBN11) continua com a indicação neutral e o mesmo valor estimado para suas units. 

BR Distribuidora/ IPO – O IPO da BR Distribuidora acaba de ser autorizado pelo Conselho da Petrobras. A equipe de análise do UBS, formada por Luiz Carvalho e Julia Ozenda, avalia que a empresa possa valer em torno de R$ 29,5 bilhões.

Petrobras/ Credit Suisse – A Petrobras foi seletiva, mas apostou grande nos blocos em que arrematou na 14ª rodada de licitação de blocos exploratórios de petróleo promovida pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na quarta-feira (27), avalia o Credit Suisse em um relatório. Estatal levou oito dos 10 blocos ofertados na Bacia de Campos.

Equatorial/ UBS – O UBS avalia que o momento atual do Brasil é único para o investimento em ativos relacionados ao segmento de transmissão de energia, mostra um relatório enviado a clientes e assinado por Marcelo Sa e Fernando Zorzi. Para o banco, as ações da Equatorial (EQTL) são as preferidas no setor. O preço-alvo foi elevado de R$ 65 para R$ 75. A recomendação de compra foi reiterada.

Itaú/ Bradesco – A equipe de análise do Bradesco avalia que o Itaú (ITUB4) tende a pagar, aproximadamente, 80% do seu lucro para os acionistas em 2017 e 2018, mostra um relatório enviado a clientes e assinado pelos analistas Rafael Frade e Aloisio Villeth Lemos.

Tesouro Direto/ Eleições – Mesmo com o cenário mais pró-mercado após longo período de equívocos de política econômica, a corrida presidencial em 2018 pode provocar ruído nos preços dos ativos. Neste contexto, analistas indicam papéis indexados à inflação como opções defensivas dentre os títulos públicos.

Tenda/ Bradesco – A ação da Tenda (TEND3) é a mais descontada no setor imobiliário, avalia o Bradesco em um relatório enviado a clientes. A recomendação de compra foi reiterada e o preço-alvo elevado de R$ 20 para R$ 22. 

Vale/ BB – O Banco do Brasil Investimentos elevou as estimativas para as ações da Vale (VALE3) e definiu um preço-alvo de R$ 43 para o final do ano que vem, o que representa um potencial de valorização de aproximadamente 36,5%. A recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado), o equivalente à compra, foi reiterada.

Usiminas/ HSBC – A equipe do banco rebaixou a recomendação às ações da Usiminas de compra para manutenção.

Fibria/ Bradesco – Analistas do Bradesco BBI elevaram de neutra para outperform (equivalente a compra) a recomendação às ações da Fibria.

Itaú BBA/ Brazil – A equipe do Itaú BBA adicionou as ações de Vale e Lojas Americanas na Brazil Buy List. Em contrapartida, removeu os papéis de Pão de Açúcar e Energias do Brasil.

Empresas

Acompanhe o debate sobre as empresas com gestores e investidores no canal tc_pro no TradersClub

Blue chips/ NY – O megainvestidor Jim Simons, com US$ 72 bilhões em ativos, dobrou a aposta em papéis da Vale e da Petrobras negociados na Bolsa de Nova York, segundo o Estadão.

Magazine Luiza/ Oferta – As novas ações da Magazine Luiza (MGLU3) foram precificadas a R$ 65 na oferta restrita primária e secundária. O valor está aproximadamente 5% abaixo do valor atual negociado em Bolsa, de R$ 68,31. Na quarta-feira, os papéis da varejista já tinham registrado a baixa de 7,68%.

Tivit/ IPO – Segundo o Estadão, a empresa de tecnologia Tivit reduziu a faixa indicativa de preço para R$ 35 (estava em um intervalo de R$ 43 a R$ 51) na tentativa de atrair investidores para sua oferta inicial de ações.

BB/ Investimentos – O Banco do Brasil estuda separar o seu banco de investimentos em uma subsidiária única, a exemplo do BBI, do Bradesco, e do BBA, do Itaú Unibanco, informa o Estadão.

Eldorado/ Resultados – A Eldorado Brasil Celulose, empresa da J&F que está em processo de venda para a multinacional Paper Excellence, fechou o segundo trimestre de 2017 com prejuízo de R$ 1 milhão, contra um lucro líquido de R$ 411 milhões no mesmo período do ano passado. Os dados, porém, não são auditados.

Petrobras/ Compliance – O conselho de administração da Petrobras, em reunião realizada nesta quarta-feira, 27, reconduziu o diretor de Governança e Conformidade (DGC) da Petrobras, João Adalberto Elek Júnior, que estava afastado temporariamente.

Sabesp/ Investimentos – A Sabesp e a prefeitura de Itaquaquecetuba assinam nesta quinta-feira, 28, contrato de prestação de serviços de saneamento para o município.

Vale/ Voto a distância – A Vale enviou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) alterações no boletim de voto a distância para a assembleia de acionistas em que serão eleitos dois conselheiros de administração independentes, marcada para 18 de outubro.

Oi/ Assembleia – Administrador judicial do processo de recuperação da Oi, o escritório Arnoldo Wald afirmou ao juízo da 7ª Vara Empresarial do Rio que não se opõe ao adiamento da assembleia geral de credores (AGC) pleiteado pela companhia. Na tarde de quarta-feira, 27, a operadora pediu que a data da primeira convocação fosse alterada em 15 dias, passando de 9 para 23 de outubro.

Anatel/ Telefônica – O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da Telefônica com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O acordo, firmado pela Anatel e a operadora em novembro do ano passado, prevê a substituição das multas por investimentos. 

Economia & Política

IGP-M/ Setembro – O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) continuou a acelerar o ritmo de alta em setembro ao subir 0,47%, após 0,10% em agosto, informou a Fundação Getulio Vargas. O resultado ficou em linha com o esperado.

Aécio/ Senado – O Senado deve rejeitar a decisão do STF de afastar Aécio Neves do mandato, já que muitos senadores são investigados e temem o próprio destino. A estratégia une a base aliada e parte da oposição, além de receber o aval do Palácio do Planalto. O presidente do Congresso, Eunício Oliveira, deve submeter o assunto ao plenário hoje.

Leilões/ Governo – A rodada de licitações realizada pelo governo teve resultados acima do esperado. Quatro usinas hidrelétricas que pertenciam à Cemig saíram por R$ 12,1 bilhões (esperava-se, inicialmente, R$ 11 bilhões). Além disso, a União arrecadou R$ 3,8 bilhões com blocos ofertados para exploração e produção de petróleo e gás – estimativa inicial era de R$ 1 bilhão.

Denúncia/ Temer – O relator da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Moreira Franco, da Secretaria-Geral, e Eliseu Padilha, da Casa Civil, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados será escolhido após a definição dos procedimentos de tramitação da peça na comissão. O presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), informou que reunirá os coordenadores dos partidos para tratar dos ritos que serão adotados na apreciação da denúncia e só depois disso definirá o nome do relator.

Câmara/ Refis – O plenário da Câmara dos Deputados aprovou a medida provisória que institui o Programa Especial de Regularização Tributária, o novo Refis. O programa prevê o abatimento de dívidas tributárias ou não tributárias de pessoas físicas ou jurídicas com a Receita Federal, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e a Procuradoria-Geral da União.

Gustavo Franco/ Novo – O ex-presidente do Banco Central irá presidir a Fundação Novo, que é órgão responsável pela criação do programa de governo do partido Novo para 2018.

Campanhas/ Financiamento – O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou na noite de quarta-feira (27) o pedido de urgência para analisar o Projeto de Lei 8.703/17, oriundo do Senado, que cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, que garante recursos para as campanhas eleitorais a partir de emendas parlamentares e do corte de gastos com propaganda eleitoral no rádio e TV. Na prática, a votação define que os prazos regimentais devem ser mantidos para análise da matéria na Casa, o que pode impedir a aplicação do fundo para as eleições de 2018.

Comissão/ Moedas virtuais – A Comissão Especial que analisa a regulamentação das moedas virtuais (PL 2303/15) discutiu em audiência pública na quarta-feira (27) os programas de milhagem de companhias aéreas. Os especialistas ouvidos defenderam regras específicas para dar segurança a essas transações. A proposta em análise na comissão, do deputado Áureo (SD-RJ), prevê a regulamentação de moedas virtuais e programas de milhagem pelo Banco Central e fiscalização pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Internacional

Zona do Euro/ Indicador – O índice de sentimento econômico da zona do euro subiu para 113 em setembro, de 111,9 em agosto, atingindo o maior nível desde junho de 2007. O resultado ficou acima das expectativas.

Trump/ Reforma – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou uma proposta para a reforma tributária que inclui redução de impostos para empresas (de 35% para 20%) e para famílias de classe média e alta.

Japão/ Coreia do Norte – O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou a convocação de eleições antecipadas para a Câmara Baixa (Parlamento) no próximo dia 22 de outubro, após formalizar a dissolução desse órgão.

Leia mais sobre: ,

Última atualização por - 05/11/2017 - 13:54

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto