Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

TradersClub Daily: Política pressiona mercado na reta final de setembro

29/09/2017 - 12:17

Olá, bom dia! Este é o TradersClub Daily com tudo o que você precisa saber agora.

Apesar de cair pela sexta vez seguida na véspera, o principal índice da Bolsa brasileira caminha para fechar setembro no positivo (alta de 3,9% no mês). Agravada por incertezas políticas, a correção do Ibovespa pode prosseguir nesta sexta-feira (29), embora o interesse por ações brasileiras persista diante da queda no juro e os sinais de retomada da economia.

Já conhece o TradersClub? Acompanhe o debate em tempo real!

Abaixo, os principais destaques da imprensa brasileira e da comunidade de investidores TradersClub:

Comprar ou Vender?

Acompanhe as análises em tempo real no canal #relatórios do Tradersclub

BTG/ Anima – O banco recebeu muito bem os números de novas matrículas para o segundo semestre e promete uma revisão em breve das projeções para as ações da companhia e que inclui uma avaliação de 40% para o salto no lucro por ação para este ano.

Citi/ Automóveis – O Citi reiterou a sua recomendação de compra para as ações da Iochpe-Maxion (MYPK3), Metal Leve (LEVE3) e Tupy (TUPY3) no setor automotivo, mostra um relatório enviado a clientes nesta quinta-feira. Os papéis da Marcopolo (POMO4) e Randon (RAPT4) têm a indicação de venda.

IMC/ Santander – As ações da IMC (MEAL3) têm potencial adicional de aproximadamente 32% até o final de 2018, avalia o Santander em um relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (28). O preço-alvo definido foi de R$ 13,50 (de R$ 10,50) e a recomendação de compra foi reiterada.

Empresas

Acompanhe o debate sobre as empresas com gestores e investidores no canal tc_pro no TradersClub

Caixa Seguridade/ CNP – A Caixa Seguridade e a CNP Assurances firmaram um memorando de entendimentos, não vinculante, para a formação de uma nova sociedade (Nova JV), que atuará nos ramos de seguro de vida, prestamista e previdência privada, com distribuição exclusiva na Caixa Econômica Federal.

Somos/ Kroton – De acordo com o Estadão, a Somos Educação, controlada pela gestora Tarpon e que tem editoras e colégios, está perto de ser vendida e a Kroton, que atua em ensino superior, é vista como a principal candidata.

Cielo/ Maquininhas – A Cielo está usando a Stelo, empresa de meios de pagamento e e-commerce da qual detém 30%, para testar a venda de maquininhas, a exemplo da estratégia adotada pela GetNet, do Santander, segundo informação do Estadão.

Anima/ Matrículas – A Anima Educação (ANIM3) informou que o número de novas matrículas cresceu 31,3% no segundo semestre, para 13,1 mil, na comparação com o mesmo período do ano anterior, mostra um comunicado enviado ao mercado nesta sexta-feira (29).

Gol/ Smiles – Ao apostar na expansão da Smiles e focar o trabalho da empresa de benefícios nas milhas para viagens, a Gol ganhou não apenas um lucrativo negócio paralelo, mas também um parceiro comercial cada vez mais relevante. A companhia de benefícios dobrou sua participação nas vendas de bilhetes da Gol. Em 2013, quando abriu o capital, a Smiles representava 7% do total de vendas da Gol, porcentual que hoje está em 14%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tivit/ IPO – A empresa de tecnologia da informação Tivit decidiu cancelar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Mesmo após ter encontrado demanda ao preço de R$ 35 – bem abaixo do piso previsto, de R$ 43 -, a companhia decidiu suspender sua abertura de capital. No ano, esta é a terceira oferta a ser cancelada

Camil/ IPO – A abertura de capital de Camil Alimentos demonstra a supersafra de ofertas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) vivida na bolsa brasileira neste ano, depois de um longo período de secura, disse na quinta-feira, 28, em cerimônia de comemoração da oferta da empresa, o vice-presidente executivo de Produtos da B3, Juca Andrade.

Vale/ Emissão – A Vale concluiu o resgate antecipado de títulos emitidos no exterior (bonds) com vencimento em 2019. A operação havia sido anunciada pela mineradora em agosto, e a operação envolveu o valor total pretendido pela companhia, de US$ 1 bilhão. Os papéis tinha cupom de 5,625% ao ano.

Petrobras/ Fertilizantes – A Petrobras informa que o prazo para assinatura de Acordos de Confidencialidade e demais declarações previstas na Divulgação da Oportunidade (Teaser), para acessar as informações técnicas, legais e financeiras referentes ao processo de desinvestimento de 100% de participação na Araucária Nitrogenados S.A. (ANSA) e na Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III), será prorrogado para 13 de outubro de 2017, tendo em vista o interesse do mercado em participar do processo.

Morgan Stanley/ Sanepar – O Morgan Stanley reduziu a sua posição nas ações da Sanepar (SAPR4) e agora detém 4,4% do total das preferenciais da empresa de saneamento do estado do Paraná, mostra um comunicado enviado ao mercado.

Polarização/ Oi – As divergências entre acionistas e credores da Oi estão em um nível acima do normal, mesmo para uma empresa em recuperação judicial, disse o conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler de Morais.

Economia & Política

Confiança/ Indústria – O Índice de Confiança da Indústria subiu 0,6 ponto em setembro na comparação com agosto, atingindo 92,8 pontos, informou a FGV. Esse é o maior nível desde abril de 2014, segundo a FGV.

Emprego/ Agosto – A taxa de desemprego no Brasil ficou em 12,6% no trimestre encerrado em agosto deste ano. No trimestre encerrado em maio, a taxa havia ficado em 13,3%, segundo o IBGE. Em agosto de 2016, a taxa havia sido de 11,8%.

Pré-sal/ Governo – Manuseio Almeida disse que o governo e a Petrobras começaram a negociar os recursos da cessão onerosa de seis poços de petróleo do pré-sal, informa o Estadão.

Relator/ PSDB – A escolha de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), aliado de Aécio Neves, como relator da denúncia contra Michel Temer e seus ministros na Câmara agradou a base governista, mas reabriu a crise no PSDB que quer evitar nova divisão no partido, informa o Estadão.

Lula/ Palocci – A delação e a carta de Antonio Palocci abalaram de forma inédita o ex-presidente Lula em um sentimento de “extremo amargor”, apurou a Folha junto a amigos do petista.

Temer/ Agenda – Com popularidade em recorde de baixa e enfrentando denúncia na Câmara, Michel Temer orientou ministro a finalizar nas próximas semanas medidas positivas que possam ser anunciadas no Palácio do Planalto, informa a Folha. O presidente comunicou a liberação antecipada de R$ 15,9 bilhões do PIS/Pasep após o Ibope revelar aumento da sua desaprovação.

BNDES/ Tesouro – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) comunicou na quinta-feira (28) ter depositado R$ 33 bilhões como resgate antecipado de dívidas da instituição com o governo federal. O total previsto a ser resgatado este ano é de R$ 50 bilhões, segundo anunciou, no último dia 21, o diretor da Área Financeira e Internacional do banco, Carlos Thadeu de Freitas.

BNDES/ Tesouro 2 – “Não temos plano B”, disse a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, em meio à queda de braço em torno da devolução de recursos pelo BNDES ao Tesouro. Sem contar com esse repasse, governo pode descumprir regra que impede emissão de dívida para pagar despesas.

Juro/ Consignado – O governo reduziu, pela segunda vez no ano, a taxa máxima de juros cobrados em empréstimos consignados para servidores públicos federais, aposentados e pensionistas. Para servidores, a taxa vai cair de 2,20% para 2,05% ao mês. Para aposentados e pensionistas, a queda será de 2,14% para 2,05% ao mês.

Afastamento/ Aécio – Ficou para terça-feira (3) a votação do Plenário do Senado sobre a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que, por 3 votos a 2, afastou Aécio Neves (PSDB-MG) do exercício de seu mandato e determinou o recolhimento noturno do senador em casa.

CMN/ Moedas – O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu regras para a encomenda de parte da produção de notas e moedas de real. Desde setembro do ano passado, uma medida provisória autoriza esse tipo de operação, mas a regulamentação só saiu na reunião de quinta-feira (28).

Internacional

Volkswagen/ Resultados – A Volkswagen alertou hoje que seu resultado operacional do terceiro trimestre será afetado por despesas extraordinárias de cerca de 2,5 bilhões de euros (US$ 2,94 bilhões) ligadas ao escândalo do software de teste de emissões fraudulento, que levou a recalls na América do Norte. As ações têm forte queda em Frankfurt.

Leia mais sobre: ,

Última atualização por - 05/11/2017 - 13:54

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto