Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Trafalgar recruta novo chefe de ações e mais quatro após saídas

15/12/2020 - 15:33
A Trafalgar foi criada em 2017 e tem cerca de R$ 4 bilhões de sob gestã (Imagem: Site/Trafalgar)

A Trafalgar Investimentos contratou cinco novos executivos, incluindo um novo chefe para renda variável, em substituição ao grupo que saiu recentemente para criar uma nova gestora.

Igor Lima será o novo responsável por bolsa na gestora, disse o presidente da Trafalgar, Paulo Corchaki, em entrevista. Lima veio da Galt Capital, uma gestora fundada por membros da família Klabin, e trouxe outros dois analistas que eram de sua equipe com ele, Leonardo Metsavaht, responsável pelos setores de consumo e varejo, e Lucas Werner, especialista nos setores de commodities e de saúde.

“Entendemos que, do ponto de vista estratégico, faz mais sentido ter um foco maior na estrutura e no time de empresas de agora em diante e deixar a parte de multimercado”, disse Corchaki. A gestora terá três principais frentes: fundos focados em ações, fundos de crédito e pesquisa, afirmou.

A Trafalgar também contratou Guilherme Maia, ex-Banco Votorantim, como economista responsável pela cobertura da América Latina fora do Brasil, e Clovis Prince, como gestor de porfólios.

A Trafalgar foi criada em 2017 e tem cerca de R$ 4 bilhões de sob gestão, segundo Corchaki. Recentemente, a gestora perdeu dois sócios importantes, Roberto Chagas e Ettore Marchetti, que levaram parte da equipe para criar uma nova gestora em parceria com a EQI.

As contratações sinalizam o quão aquecida está a indústria local de gestão de recursos de terceiros. Com juros na mínima histórica, os fundos multimercados têm captação recorde neste ano, estimulando trocas de executivos.

Lima, que era diretor de investimentos na Galt, vai comandar na Trafalgar uma estratégia de ações long biased similar a que operava na Galt, ele disse em entrevista. Entre suas principais apostas na bolsa estão a Vale, empresas de aluguel de veículos e a B3, também grande beneficiária dos juros em baixa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 15/12/2020 - 15:33