Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Transmissão Paulista encerra 4º trimestre com lucro de R$ 374,4 milhões

22/02/2021 - 19:27
Torre da Transmissão Paulista TRPL4
De acordo com a Transmissão Paulista, a melhora no resultado operacional e a menor despesa com imposto de renda e contribuição social contribuíram positivamente para o desempenho no lucro líquido do período (Imagem: LinkedIn / Divulgação/ Transmissão Paulista)

A Transmissão Paulista (TRPL4) teve crescimento de 8,4% no lucro líquido do quarto trimestre de 2020, de acordo com os resultados divulgados pela companhia nesta segunda-feira (22). O montante atingiu R$ 374,4 milhões, contra os R$ 345,4 milhões registrados nos últimos três meses de 2019.

De acordo com a Transmissão Paulista, a melhora no resultado operacional e a menor despesa com imposto de renda e contribuição social em decorrência do benefício fiscal com o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) contribuíram positivamente para o desempenho.

A receita líquida da elétrica avançou 15%, para R$ 839 milhões.

O Ebitda, que corresponde ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, totalizou R$ 634,8 milhões, alta de 6,5% no comparativo anual. Além do efeito do reajuste tarifário e da estabilidade dos custos e das despesas operacionais, o resultado pode ser explicado pela contabilização da RTP (Revisão Tarifária Periódica) retroativa de 2018-2020 e da remuneração do componente financeiro da RBSE (Rede Básica Sistema Existente) pelo custo de capital 2017-2020 realizada no segundo trimestre de 2020 com complemento no terceiro trimestre.

Na base ajustada, o Ebitda subiu 21,5%, para R$ 723,1 milhões. A margem Ebitda ajustada caiu 2,3 pontos percentuais e chegou a 79,3% no período.

Proventos

Paralelamente à divulgação dos resultados, a Transmissão Paulista anunciou a distribuição de aproximadamente R$ 1 bilhão em dividendos, correspondentes a R$ 1,602123 por ação.

Hoje, o conselho de administração da companhia aprovou a distribuição de R$ 531,1 milhões em dividendos intermediários referentes ao exercício social corrente, que serão pagos em 21 de maio com data-base em 25 de fevereiro.

O pagamento do montante restante, de R$ 524,4 milhões, será deliberada pelos acionistas em assembleia a ser realizada em 25 de março. O valor será oriundo da distribuição adicional do lucro do exercício social de 2020. Se aprovado, será somado ao R$ 1,1 bilhão já pago no decorrer do ano passado.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 22/02/2021 - 19:27