Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Vitreo DTVM

TRE do Rio de Janeiro torna Crivella inelegível, cabe recurso

24/09/2020 - 16:34
Crivella ainda pode recorrer ao próprio TRE e ao Tribunal Superior Eleitoral (Imagem: REUTERS/Adriano Machado.)

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), foi considerado inelegível até 2026 em decisão unânime do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro cuja votação foi finalizada nesta quinta-feira, depois de começar na segunda, quando foi interrompida por um pedido de vistas

O desembargador Vitor Marcelo acompanhou os demais colegas e deu o sétimo e último voto contra Crivella.

O prefeito do Rio é acusado de, em 2018, ter usado veículos do município para levar pessoas a um ato político na quadra de uma escola de samba para pedir votos a candidatos, entre eles, o filho dele.

Crivella ainda pode recorrer ao próprio TRE e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ele sustenta que poderá concorrer á reeleição na eleição municipal deste ano e sua contesta o julgamento e a presença de um desembargador no colegiado do TRE que já atuou em uma ação de uma concessionária que está em litígio com a prefeitura.

“O julgamento é nulo pelo cerceamento de defesa, já que o advogado não pôde usar a palavra nem mesmo pela ordem, como é da sua prerrogativa”, disse à Reuters o advogado de Crivella, Rodrigo Roca, que também defende o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

Ao ser questionado se Crivella poderia concorrer na eleição municipal deste ano, Roca afirmou que isso era “discutível”. Essa semana, logo após a formação de maioria pela inelegibilidade até 2026, a assessoria do prefeito informou que “a defesa do prefeito Marcelo Crivella entrará com recurso.

O prefeito poderá participar do pleito”.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 24/09/2020 - 16:34