Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

TRE-RJ vai distribuir senhas para quem estiver na fila às 17h

07/10/2018 - 16:20
Cristina Indio do Brasil/Agência Brasil

Com longas filas de espera, a votação no Rio de Janeiro deve contar com senhas para garantir que quem estiver na fila às 17h possa votar, mesmo após o horário de encerramento. Eleitores de diversas zonas eleitorais do estado se queixam da demora para chegar à urna eletrônica, o que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro explicou como uma combinação de fatores como a validação da biometria.

A diretora-geral do TRE-RJ, Adriana Brandão, admitiu que a conferência do cadastro biométrico dos eleitores contribuiu para as filas e que pode haver atraso no encerramento da votação em algumas seções. Ela evitou falar sobre uma previsão de qual será o tamanho desse atraso.

“A gente não gosta de falar de prazo justamente porque sabíamos que isso ia se tornar um pouco mais lento. O importante é que a votação seja segura, seja tranquila e aconteça para até o último eleitor que estiver presente no limite do horário”, disse ela, que explicou que o local de votação será fechado para a distribuição de senhas: “até o último vai votar”.

No estado, o TRE aproveitou o banco de dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para incluir as digitais de 4,6 milhões de eleitores que ainda não haviam cadastrado essas informações. Na hora de votar, os mesários estão confirmando essas digitais, em até quatro tentativas, o que aumentou o tempo de espera.

“Naturalmente, é um processo mais lento que a identificação por meio de documento, mas é benéfico. Essa validação é fundamental para que os dados do eleitor biometrizado sejam inseridos no cadastro”, disse ela.

Adriana também avalia que a escolha de seis candidatos é outro fator para intensificar a demora. “O que estamos percebendo é uma demora muito grande do eleitor na urna. Temos seis candidatos a serem escolhidos. Não dá para comparar com 2014”, disse.

Na eleição de 2018, eleitores também têm que se atentar a possíveis mudanças em suas seções eleitorais. No estado do Rio de Janeiro, 84 zonas eleitorais foram extintas e suas seções foram absorvidas por outras zonas. A diretora do TRE-RJ evitou comentar se essa mudança contribuiu para a espera, mas eleitores nessa situação reclamaram em locais como o Centro de Convenções Sul-América, no centro, e a Fundação Getúlio Vargas, em Botafogo.

O motivo da extinção de zonas eleitorais, determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral no ano passado, foi corte de gastos. “Uma zona eleitoral gera mais uso de recurso de toda ordem, estruturais, de recursos humanos e financeiros”.

A diretora do TRE-RJ também confirmou que foi registrado um caso de eleitor que tirou foto de seu voto para presidente, o que é proibido pela lei eleitoral. A foto registrada pelo eleitor, de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, também registrava uma arma sobre a urna.

A foto foi compartilhada nas redes sociais e o caso foi repassado para o juiz eleitoral do local, que avaliará as medidas a serem adotadas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Gustavo Kahil - 07/10/2018 - 16:20

Cotações Crypto
Pela Web