Trigo recua em Paris com chuvas favoráveis à safra da França e pressão vendedora

10/05/2021 - 15:04
Trigo
O contrato setembro do trigo para moagem na Euronext fechou em queda de 8 euros, ou 3,4%, a 224,00 euros (272,60 dólares) por tonelada, segundo dados preliminares (Imagem: Pixabay)

O trigo negociado na Euronext apurou forte queda nesta segunda-feira, à medida que o registro de chuvas aliviou preocupações relacionadas à safra da França e em meio a uma rodada de realização de lucros, na esteira dos ganhos acentuados vistos na semana passada.

O contrato setembro do trigo para moagem na Euronext fechou em queda de 8 euros, ou 3,4%, a 224,00 euros (272,60 dólares) por tonelada, segundo dados preliminares. O vencimento havia saltado quase 6% na última semana.

As precipitações registradas na França ao longo do final de semana, somadas a previsões de novas chuvas para esta semana, aliviaram temores com a seca na maior produtora de grãos da União Europeia. Também há perspectivas de chuvas nos Estados Unidos, no Mar Negro e nas regiões produtoras de milho do Brasil.

“Não há mais um estresse imediato para as safras de trigo”, disse um operador de contratos futuros.

Operadores também monitoravam o vencimento do contrato maio do trigo nesta segunda-feira, em meio a rumos de um possível recorde nas entregas de volumes físicos.

Até sexta-feira, haviam sido registrados certificados de armazenagem para mais de 300 mil toneladas. Operadores afirmaram que a disponibilidade limitada e os preços elevados no mercado físico podem ter encorajado exportadores e produtores de ração a tomar as entregas via Euronext, embora alguns certificados possam ser cancelados em meio a um mercado volátil.

O contrato maio teve alta de 1,1%, a 246,50 euros por tonelada, segundo informações preliminares.

Na sexta-feira, o vencimento chegou a bater a marca de 270 euros, maior patamar para o primeiro contrato desde dezembro de 2012.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 10/05/2021 - 15:04

Pela Web