Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Trump se gaba de força econômica dos EUA e rejeita “pessimismo” climático

21/01/2020 - 11:13
Desmatamento Meio Ambiente Fogo
Trump disse que os EUA se uniriam a uma iniciativa para plantar um trilhão de árvores, mas criticou ativistas ambientais (Imagem: Unsplash/@neilmarkthomas)

A milhares de quilômetros de seu julgamento de impeachment nos Estados Unidos, o presidente norte-americano, Donald Trump, ocupou o centro do palco em Davos nesta terça-feira para promover o sucesso da economia de seu país e pedir a titãs corporativos e a autoridades globais que invistam ainda mais nos EUA.

Em uma conferência em que as questões ambientais estão em destaque, Trump evitou quase totalmente o assunto. Ele disse que os EUA se uniriam a uma iniciativa para plantar um trilhão de árvores, mas criticou ativistas ambientais que ele chamou de “herdeiros das cartomantes tolas de ontem”.

Ele passou alguns minutos do discurso saudando a importância econômica das indústrias de petróleo e gás.

A falta de atenção ao clima foi notada pelo público, inclusive pela adolescente ativista Greta Thunberg, estrela convidada, que respondeu referindo-se a “palavras e promessas vazias” de líderes mundiais.

Greta Thunberg Meio Ambiente Protestos Davos World Economic Forum
A ativista sueca Greta Thunberg foi convidada para participar do Fórum Econômico Mundial em Davos (Imagem: Reuters/Arnd Wiegmann)

É a segunda vez que Trump sobe ao palco na reunião do Fórum Econômico Mundial. Dois anos atrás, ele pediu às empresas que investissem nos Estados Unidos depois de aprovar os primeiros cortes de impostos para incentivar os gastos das empresas.

Este ano, ele manteve o tema. Em um discurso amplo para atrair a atenção da multidão de Davos, promovendo as realizações de seu governo, apesar de sua abordagem pouco ortodoxa, Trump reforçou alguns dos temas que explorou em 2018.

Fórum Econômico Mundial Davos Donald Trump
Trump reforçou alguns dos temas que explorou na edição de 2018 (Imagem: REUTERS/Denis Balibouse)

Ele agradeceu às empresas estrangeiras por investirem nos Estados Unidos e disse que os EUA estão em uma posição econômica muito melhor do que ele imaginava quando assumiu o cargo há três anos.

“O tempo do ceticismo acabou”, disse Trump ao convidar mais dinheiro estrangeiro.

“Para todas as empresas que procuram um lugar para ter sucesso … não há lugar melhor que os EUA”, acrescentou.

Ele também disse a um auditório lotado que os acordos comerciais celebrados este mês com a China e o México representam um modelo para o século 21. Ele também deu seu maior golpe até agora contra o Federal Reserve, cujas políticas, acredita ele, estão retendo a economia norte-americana.

“O Fed elevou os juros muito rapidamente e os reduziu muito lentamente”, disse Trump sobre o Federal Reserve, atacando as decisões de política monetária do banco central.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 21/01/2020 - 11:13

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web