Política

TSE rejeita defesa de Deltan e ex-deputado seguirá fora da Câmara

13 set 2023, 19:35 - atualizado em 13 set 2023, 19:35
O procurador Deltan Dallagnol
A corte formou maioria para rejeitar o recurso da defesa de Deltan Dallagnol (Imagem: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

O ex-procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnon, seguirá fora da Câmara dos Deputados.

Nesta quarta-feira (13), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) formou maioria para rejeitar o pedido de anulação da cassação do mandato de deputado de Deltan, eleito pelo Podemos do Paraná.

Os ministros apoiaram o voto do relator, Benedito Gonçalves, que afirma que a defesa do ex-deputado tenta levar a corte a um novo julgamento. Os advogados afirmam que o TSE invadiu o mérito do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) ao cassar o mandato de Deltan.

Ele perdeu o cargo em maio, após a corte acatar um pedido da Federação Brasil Esperança, composta por PT, PC do B e PV. A entidade argumentou que ele não poderia ter se tornado deputado enquanto respondia a sindicâncias e reclamações no CNMP.

repórter
Repórter formado pela PUC-SP, com passagem pelo Poder360, Estadão e Investidor Institucional. Tem pós-graduação em jornalismo econômico pela FGV-SP, através do programa Foca Econômico 2022, do grupo Estado. No Money Times, cobre política, mercados e também a indústria de armas leves no Brasil.
Linkedin
Repórter formado pela PUC-SP, com passagem pelo Poder360, Estadão e Investidor Institucional. Tem pós-graduação em jornalismo econômico pela FGV-SP, através do programa Foca Econômico 2022, do grupo Estado. No Money Times, cobre política, mercados e também a indústria de armas leves no Brasil.
Linkedin