Tyson Foods eleva previsão de receita para 2021 com carne bovina brilhando

09/08/2021 - 15:37
Tyson
Analistas esperam, em média, vendas de US$ 45,09 bilhões (Imagem: Reuters/Ross Courtney)

A Tyson Foods, maior processadora de carnes dos Estados Unidos, elevou nesta segunda-feira (09) sua projeção de receitas para o ano fiscal de 2021, à medida que se beneficia de uma forte demanda por carne bovina após a retomada de operações de restaurantes e hotéis ao redor do país.

A demanda reprimida pela experiência de comer fora de casa após a flexibilização de restrições deu impulso às vendas dos frigoríficos norte-americanos, que também se beneficiaram de um “boom” recente na demanda chinesa por carne suína, depois de o país asiático ter reportado surtos de peste suína africana.

A produtora dos hot dogs Jimmy Dean disse esperar que suas vendas fiquem entre 46 bilhões e 47 bilhões de dólares no ano fiscal de 2021, ante expectativa anterior de 44 bilhões a 46 bilhões de dólares.

Analistas esperam, em média, vendas de 45,09 bilhões de dólares, conforme dados da Refinitiv IBES.

As vendas da Tyson no terceiro trimestre fiscal, encerrado em 3 de julho, avançaram para 12,48 bilhões de dólares, versus 10,02 bilhões de dólares em igual período do ano passado. Analistas esperavam, em média, que as cifras chegassem a 11,49 bilhões de dólares.

Já o lucro líquido atribuível à Tyson Foods avançou para 749 milhões de dólares, ou 2,05 dólares por ação, contra 526 milhões de dólares (1,44 dólar/ação) há um ano.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 09/08/2021 - 15:37

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto