Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

UBS eleva em 52% preço-alvo da Ser, mas nem o banco se impressiona com isso

18/02/2020 - 16:05
https://www.facebook.com/GrupoSerEducacional/photos/a.1773352082705498/1925802477460457/?type=3&theater
Na média: para o UBS, Ser Educacional não mostra clareza sobre o que fará em 2020 (Imagem: Facebook/Ser Educacional)

O UBS elevou o preço-alvo da Ser Educacional (SEER3) de R$ 23 para R$ 35. Sim, é um salto de 52%, mas não se impressione – até porque, nem o próprio banco está otimista com o papel. Primeiro, porque o novo valor representa um potencial de alta de 15% sobre a cotação desta segunda-feira (17).

Segundo, porque isso implica que o desempenho da ação, neste ano, ficará na média do mercado. Para analistas, há uma palavra para uma situação dessas: neutralidade. Assim, ao revisar o preço-alvo da Ser, o UBS reiterou sua recomendação neutra para os papéis.

O analista Vinicius Ribeiro, que assina o relatório, afirma que a Ser “parece estar no caminho certo”, mas adverte para a “falta de visibilidade” dos resultados de 2020. Ele cita quatro fatores que turvam as projeções do grupo de ensino.

O primeiro é a integração da Uninorte; o segundo, as dúvidas sobre o futuro do Fies; o terceiro é a abertura de novos campus; por último, vem a curva de crescimento do ensino a distância.

Cautela

“Por isso, mantemos uma abordagem cautelosa e o rating neutro, enquanto por mais clareza sobre o timing do turnaround”, observa o UBS.

O banco suíço acrescenta que não há evidência de uma recuperação do mercado de ensino superior, embora as ações das empresas listadas na B3 continuem negociadas com descontos, em relação aos seus fundamentos.

Estácio, uma das marcas da Yduqs: ação oferece mais vantagens que a da Ser, segundo o UBS (Imagem: Facebook Yduqs)

A situação não deve melhorar, pelo menos, durante o primeiro semestre, mesmo com os grupos educacionais arrumando suas contas e se capitalizando para uma possível rodada de fusões e aquisições.

“Não acreditamos que isso seja suficiente para deflagrar uma profunda recuperação do setor”, afirma o UBS. Tratando especificamente da Ser, a comparação com rivais também listadas na B3 não ajuda.

Segundo o banco, os papéis da Ser são negociados, atualmente, por 10 vezes o VE/Ebitda projetado para 2020. O múltiplo é considerado barato pela instituição, mas há uma ressalva.

A Yduqs (YDUQ3) é negociada por um múltiplo parecido (11 vezes), com a diferença de que, para o UBS, ela proporciona “um caminho de crescimento de curto prazo mais claro, além de oportunidades de longo prazo semelhantes [às da Ser]”.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Márcio Juliboni - 18/02/2020 - 16:05