Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ultrapar: Ipiranga atrapalha margem ebitda, deixa analistas pessimistas, e ações tombam

Bruno Andrade
04/11/2021 - 17:08
Posto Ipiranga Ultrapar
Mercado e analistas se desapontam com a companhia (Imagem: Youtube/Ipiranga)

As ações da Ultrapar (UGPA3) registram forte queda nesta quinta-feira (04) após a divulgação dos resultados financeiros na noite de ontem. As ações da empresa recuaram 8,09%, cotadas a R$ 12,38.

Para o BTG Pactual, a companhia entregou um fraco conjunto de resultados operacionais, com o ebitda ficando 12% abaixo das expectativas dos analistas. Por isso, o banco manteve a recomendação neutra para ação com preço-alvo de R$ 21, alta de 56,4% em relação ao fechamento desta quarta-feira (03).

“Os resultados do terceiro trimestre atestam como ainda é cedo para apostar que as mudanças recentemente implementadas na alta administração produzirão um resultado positivo em um futuro previsível”, dizem Thiago Duarte, Pedro Soares e Bruno Lima, que assinam o relatório do BTG.

“Números são decepcionantes”

Para o Credit Suisse, os números apresentados pela empresa são decepcionantes,  principalmente após o ebitda ficar abaixo das estimativas dos analistas. Outro ponto é que o resultado do posto Ipiranga não agradou o banco, que viu a empresa pressionar até as projeções de ebitda do grupo para o próximo trimestre.

Com isso, os especialistas reiteraram sua recomendação neutra para o ativo, com preço-alvo de R$ 16, avanço de 19%.

A Ágora Investimentos também não gostou dos números apresentados e ainda reforçou um temor sobre a incerteza da margem ebitda recorrente dos postos Ipiranga para os próximos trimestres. Desse modo, a corretora manteve a recomendação neutra e reduziu o preço-alvo para R$ 18, crescimento de 34%.

Olhando a parte cheia do copo

O Banco Safra é o mais benevolente com a Ultrapar, e diz que o resultado está em linha com as estimativas. No entanto, os analistas ressalvam que a receita líquida está 4% abaixo do esperado.

Mesmo assim, eles preferem destacar a “parte cheia ao invés da vazia do copo” e explicam que o lucro líquido foi muito positivo, com alta de 36% em relação ao mesmo período do ano passado.

Apesar da boa vontade do Safra com a empresa, o banco manteve a recomendação neutra para o papel, com preço-alvo de R$ 20,60, alta de 53,4%.

Luz no fim do túnel é logo ali

Mesmo com 4 casas de análises pedindo cuidado e cautela do investidor com a ação, o Bank of America (BofA) estima que, mesmo com o fraco desempenho do Ipiranga, as margens devem se beneficiar nos próximos trimestres com melhores preços.

“O mercado vai precisar de sinais claros de que as tendências estão melhorando, antes de uma provável melhora da ação”, afirma o BofA. O banco acrescenta que a empresa deve apresentar lucros sólidos nos próximos trimestres, apoiados na abertura da economia brasileira e na melhora dos estoques e do mix de produtos.

Assim, o Bofa recomenda a compra da ação, com preço-alvo de R$ 23,15, aumento de 72,4%.

Última atualização por Bruno Andrade - 04/11/2021 - 18:04

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web