Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Vale: As 15 melhores análises e opiniões até agora

Gustavo Kahil
28/01/2019 - 19:43
Barragem de rejeitos da mineradora da Vale se rompe e atinge Brumadinho, em Minas Gerais – Divulgação/Corpo de Bombeiros

As ações da Vale (VALE3) despencaram 24,5%, a R$ 13,77, em reflexo ao rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho (MG) na última sexta-feira (25). Na ocasião, a B3 estava fechada devido ao aniversário da cidade de São Paulo.

Sem Vale e Bradespar, Ibovespa teria subido 0,5%

A reação do mercado foi implacável, enquanto analistas, especialistas em mineração, governança corporativa, investidores e a sociedade, tentam quantificar as perdas de vidas, que já superam as de Mariana em 2015, e a financeira. Além de possíveis mudanças no processo licenciação ambiental para o setor no país.

O Money Times separou, abaixo, as mais diversas opiniões sobre o assunto colhidas desde a tragédia:

1 – UBS: sete dúvidas dos investidores sobre a Vale após a tragédia de Brumadinho; analista vê “incompetência”

“O caso pode ter desdobramentos no processo da Samarco, em que se discute uma indenização de US$ 40 bilhões da empresa” – Leia Mais

2 – Opinião: Bluechips até que ponto?

“Há pelo menos 10 anos se fala de investimento responsável, finanças sustentáveis e co-responsabilidade nos investimentos no Brasil. A prova de fogo da responsabilidade das instituições financeiras com essas questões virá agora com o episódio de Brumadinho.” – Leia Mais

3 – S&P coloca nota da Vale em revisão para possível rebaixamento após tragédia de Brumadinho

“Segundo a S&P, o CreditWatch reflete os riscos contingentes que a Vale enfrentará após o rompimento da barragem em Brumadinho, que resultou em várias mortes e na devastação de uma ampla área na região. Os passivos ambientais e sociais poderão ser substanciais, especialmente ao considerar-se que anteriormente a empresa já havia registrado um acidente deste tipo” – Leia Mais

4 – Vale: HSBC estima custos de US$ 3,5 bilhões com acidente

“Espera-se que as repercussões do colapso afetem as operações com potenciais fechamentos de minas, ações judiciais, encargos de reparação e outros passivos”. – Leia Mais

5 – Felipe Miranda: Vale, Cisnes Negros, Tail Hedging e Ética

“Talvez os eventuais leitores mais críticos e rigorosos apontassem não se tratar mais de um cisne negro. Depois de Mariana, Brumadinho precisaria ser classificado como um cisne cinza, pois poderia ser mapeado e antecipado. Deixemos filigranas de taxonomia e ornitologia de lado” – Leia Mais

6 – Vale: A visão do Credit Suisse para o pós-tragédia

“O time de analistas do banco destaca que a Vale vem colocando as operações a seco dentro do Sistema Sul e substituindo-as pelo crescimento do Sistema Norte. “Isso se concentra em sua estratégia de entregar valor em relação ao volume e aumentar a proporção geral de minério de alta qualidade dentro de seu mix geral de produtos” – Leia Mais

7 – Ivan Sant’anna: É a hora de comprar as ações da Vale?

“Apesar disso, por mais que a ação caia agora na Bolsa, é cedo para se pensar em comprar. É preciso que as pendências em relação ao desastre se esclareçam primeiro. Não podemos nos esquecer que a companhia é um patrimônio valioso do Brasil, além de ser a quarta maior mineradora do mundo” – Leia Mais

8 – Relatório: 723 barragens estão em situação precária ou em alto risco; veja íntegra

“A tragédia em Mariana impactou a vida de mais de um milhão de pessoas. Fica a pergunta: quantas Marianas serão necessárias para que o Estado brasileiro cumpra o seu papel, as empresas assumam suas responsabilidades, e os direitos das populações atingidas sejam atendidos?”, diz o relatório – Leia Mais

9 – Bank of America Merrill Lynch: Ação da Vale não está negociando com os fundamentos

A equipe de análise do Bank of America Merrill Lynch avalia que as ações da Vale não estão sendo negociadas com base nos fundamentos da companhia, mostra um relatório assinado pela analista Timna Tanners. Leia Mais

10 – BTG: É melhor esperar para entrar na ação da Vale

“Esperaríamos por um ponto de entrada melhor à frente, pois a ação provavelmente continuaria pressionada até que houvesse mais clareza sobre a perspectiva”, recomendam. – Leia Mais

11 – Vale: Bradesco BBI mantém recomendação de compra com potencial de 60%

Em termos operacionais, os analistas pontuam que o impacto deve ser limitado considerando a perspectiva de produção anualizada, dada a flexibilidade da empresa entre os sistemas, “o que permite a mineradora direcionar volumes adicionais em outras áreas”.  – Leia Mais

12 – Por incertezas, XP recomenda cautela a investidores após tragédia da Vale

“Os analistas destacam o fato de não se saber ao certo três pontos: o tamanho dos processos e bloqueios judiciais; o impacto das operações no curto prazo, com possível parada para revisão generalizada e; impacto da produção de médio prazo”.– Leia Mais

13 – Macquarie corta ação da Vale para neutra

“Todas as barragens de rejeitos da Vale estarão sob maior controle, e há potencial para algumas suspensões enquanto ocorrem inspeções técnicas” – Leia Mais

14 – Marink Martins: The Plunge Protection Team (PPT) is ON!!! Entenda o que isso quer dizer!

“Ao invés de se alinharem com a população revoltada, muitas instituições ditas independentes, estarão alinhados com a empresa visando interesses futuros em operações no mercado de capitais” – Leia Mais

15 – Vale: Banco do Brasil corta recomendação para ações

“As analistas Gabriela E Cortez e Catherine Kiselar entendem que ainda é muito cedo para aplicar no modelo de avaliação todos os impactos que o acidente poderia trazer para as operações e rendas futuras da Vale” – Leia Mais

Última atualização por Gustavo Kahil - 28/01/2019 - 19:44

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto