Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

ValeCard: Com alta de 3,24% em abril, gasolina chega a R$ 7,524

29/04/2022 - 19:35
combustíveis
Em comparação com março, quando a média nacional era de R$ 7,288, o valor subiu 3,24% (Imagem: Nazanin Tabatabaee/WANA (West Asia News Agency) via REUTERS)

O preço médio da gasolina no País fechou o mês de abril em R$ 7,524, o maior preço já registrado pelo levantamento da ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas que começou em a ser realizado em janeiro de 2019.

Em comparação com março, quando a média nacional era de R$ 7,288, o valor subiu 3,24%.

Nos últimos 12 meses, a alta foi de 31,14%.

Obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 28 de abril com o cartão de abastecimento da ValeCard em mais de 25 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que, de todos os estados, apenas a Bahia (-2,26%) registrou queda no valor do combustível no mês de abril.

Entre os estados que registraram as maiores altas estão Distrito Federal (5,05%), Piauí (5,03%) e Paraná (4,16%).

Além da Bahia, os três estados que tiveram a média mensal menos afetada pela alta da gasolina foram Rio Grande do Norte (1,81%), Acre (2,03%) e Rio Grande do Sul (2,51%).

Entre as capitais, o valor médio do combustível foi de R$ 7,494, o que representa um aumento de 0,44% em relação ao mês anterior.

Teresina (R$ 8,254), Rio de Janeiro (R$ 7,781) e Aracajú (R$ 7,779) foram as capitais com preços mais altos no mês de abril.

Já os menores valores médios foram encontrados em Porto Alegre (R$ 6,791), Cuiabá (R$ 6,969) e Macapá (R$ 7,013).

Etanol é mais vantajoso apenas em Goiás

O preço médio do etanol no País em abril foi de R$ 5,229. Em março, o combustível estava sendo mais vantajoso em quatro estados brasileiros.

O aumento da gasolina no país não foi suficiente para melhorar a situação do etanol, já que ele também sofreu uma alta de 3,01% em relação ao mês anterior.

Por isso, o etanol passou a ser mais vantajoso apenas no Estado de Goiás, onde a média mensal ficou em R$ 5,224, enquanto a gasolina atingiu R$ 7,545.

A gasolina ainda segue sendo mais atrativa para se abastecer o veículo do que o álcool na maior parte dos casos.

O método utilizado nesta análise, descontando fatores como autonomias individuais de cada veículo, é de que, para compensar completar o tanque com etanol, o valor do litro deve ser inferior a 70% do preço da gasolina.

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!
https://www.moneytimes.com.br/newsletters/

Última atualização por André Luiz - 29/04/2022 - 19:45

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto