AgroTimes

Valor Bruto de Produção Agropecuária de Mato Grosso deve totalizar R$ 204 bilhões em 2023

20 mar 2023, 12:03 - atualizado em 20 mar 2023, 12:27
Tratores e máquinas agrícolas
O VBP do estado corresponde por 16,4% da receita nacional, com destaque para produção de soja, milho e pecuária (Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil)

O estado de Mato Grosso segue na liderança da produção agrícola brasileira, e apresenta o maior Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) do país. Para 2023, o VBP mato-grossense é estimado em R$ 204,4 bilhões e corresponde a 16,4% da receita nacional, projetada em R$ 1,249 trilhão.

O valor é calculado com base nas informações das safras de fevereiro, divulgadas pelo Ministério da Agricultura, com base nos dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A estimativa para 2023 é 3,3% menor em relação ao contabilizado no ano passado, quando o VBP foi de R$ 210,8 bilhões. Em relação à produção agrícola brasileira, o estado representou 18,15% da receita nacional. Os dados são compilados pelo Observatório de Desenvolvimento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

A produção agrícola de Mato Grosso na safra 2021/2022 foi de 87,3 milhões de toneladas de grãos e uso de 20,1 milhões de hectares. Os destaques são a produção de soja, que gerou R$ 104,53 bilhões, milho, com movimentações de R$ 44,39 bilhões, e R$ 24,89 bilhões na pecuária em valor bruto da produção em 2022. Mato Grosso, que conta com 34 milhões de cabeças de gado, tem o maior rebanho bovino do país.

A previsão para 2023 é de que as lavouras de milho e soja sejam as propulsoras da receita agropecuária, sendo que a soja representa 44,5% do VBP nacional das lavouras, cuja previsão é de R$ 401 bilhões. A cana-de-açúcar também projeta um crescimento recorde em 2023, o que contribui com o valor total de produção das lavouras neste ano.

Nessa segunda-feira (20), os preços das commodities agrícolas iniciaram o dia em queda.

Repórter no Agro Times
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Agro Times desde março de 2023. Antes do Money Times, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Agro Times desde março de 2023. Antes do Money Times, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.