Internacional

Venezuela x Guiana: Veja o tamanho das Forças Armadas do Brasil e de Maduro

04 dez 2023, 16:35 - atualizado em 04 dez 2023, 16:35
O caça Sukhoi Su-30, da Força Aérea Venezuelana; país conta com menos aviões que o Brasil em sua força, mas tem mais caças modernos em atividade (reprodução/Youtube)

Com a aprovação de um referendo que visa anexar parte da Guiana, a Venezuela se tornou foco das atenções de alguns estados nesta segunda (4), que observa se o país pretende iniciar uma ofensiva contra o território do país vizinho.

Um dos países mais atentos é o Brasil, que observa se o governo de Nicolás Maduro buscará a melhor rota de invasão, via o estado brasileiro de Roraima. Por lá, há uma estrada que poderia servir de porta de entrada para Guiana.

Esse canal seria o melhor para o país de Maduro, segundo oficiais do Exército Brasileiro ouvidos pelo jornal Folha de S. Paulo. Do contrário, há duas difíceis alternativas para a Venezuela chega ao território pretendido: tentando atravessar uma densa floresta tropical ou pela via marítima.

Um caso ainda considerado improvável pelos militares — bem como pelos políticos — é o de haver um aumento de tensão entre o Brasil e a Venezuela. Mas os países compartilham de Forças Armadas com efetivo e equipamentos em volume similar. Confira abaixo.

Venezuela: superioridade aérea?

Um dos destaques na Venezuela, no entanto, é sua frota de caças. O país conta com 44 caças russos Sukhoi Su-30 prontos para agir.

A aeronave é bastante avançada, conhecida por sua excelente manobrabilidade, amplo alcance de operação e capacidade de transportar uma grande variedade de armamentos. É incerto, no entanto, quantas estão com a manutenção em dia, visto que a situação econômica da Venezuela não é das mais favoráveis — com uma dívida pública de 158% do PIB e uma dívida externa de US$ 150 bilhões.

O Brasil, que apesar de conta com uma força aérea maior, com 665 aviões, pode apresentar uma ‘inferioridade aérea’ num cenário de combate, visto que dos seus 42 caças, só 6 são modernos (sendo eles os caças suecos Gripen. O Brasil aguarda o recebimento de mais 30.

Em relação à tropas militares, os dados obtidos pelo Money Times na base Global Firepower* mostra que o Exército Brasileiro é quase o dobro do venezuelano; já os soldados da Força Aérea e Marinha equivalem ao quádruplo do país vizinho.

No entanto, a Venezuela tem 1,6 milhão de homens nas ‘forças de segurança’, envolvendo polícias e outras tropas; no Brasil, o número é de 400 mil. Confira abaixo todos os dados (o país com mais tropas/equipamentos em determinada categoria está destacado):

Categoria Brasil Venezuela
Total de militares 2,100,000 1,767,500
Militares na ativa 360,000 137,500
Militares na reserva 1,340,000 30,000
Demais forças de segurança 400,000 1,600,000
Exército 235,000 115,000
Força Aérea 81,000 20,000
Marinha 80,500 23,000
Frota aérea total 665 250
Caças 42 44
Tanques 466 352
Veículos militares 41,516 27,928
Artilharia autopropulsada 136 73
Artilharia rebocada 546 104
MLRS (Lançadores de mísseis) 78 36

*Fonte: Global Firepower (GFP) é uma plataforma analítica que fornece dados e classificações abrangentes sobre as forças militares de nações em todo o mundo, com base nas coleta de dados públicos militares sobre os países. 

repórter
Repórter formado pela PUC-SP, com passagem pelo Poder360, Estadão e Investidor Institucional. Tem pós-graduação em jornalismo econômico pela FGV-SP, através do programa Foca Econômico 2022, do grupo Estado. No Money Times, cobre política, mercados e também a indústria de armas leves no Brasil.
Linkedin
Repórter formado pela PUC-SP, com passagem pelo Poder360, Estadão e Investidor Institucional. Tem pós-graduação em jornalismo econômico pela FGV-SP, através do programa Foca Econômico 2022, do grupo Estado. No Money Times, cobre política, mercados e também a indústria de armas leves no Brasil.
Linkedin