Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Via Varejo mira oferta de ações e XP eleva preço-alvo para R$ 17 ao final de 2020

21/01/2020 - 10:43
Via Varejo Casas Bahia Ponto Frio
A varejista visa reforçar seu caixa em um momento favorável do mercado e, com isso, se preparar para realizar investimentos (Imagem: Renan Dantas/Money Times)

O ano 2019 marcou a mudança de mãos do controle da Via Varejo (VVAR3) e também um impressionante salto de 154% no preço de suas ações.

Agora, no começo de um novo ano, bancos já conversam com a dona das marcas da Casas Bahia e do Ponto Frio, para a realização de uma oferta subsequente de ações. As informações foram divulgadas na tarde de ontem no Broadcast, do Estadão.

A XP Investimentos atualizou o preço-alvo para R$17,00 ao final de 2020, refletindo as a novas estimativas e o novo múltiplo alvo de 22 vezes.

Para corretora, em relatório divulgado nesta terça-feira, parte importante da melhora operacional de curto prazo já está precificada. Dessa forma, a visão é que um aumento mais significativo dos níveis atuais dependerá da capacidade da empresa de acelerar o ritmo de crescimento.

Via Varejo Casas Bahia Ponto Frio
A XP Investimentos atualizou o preço-alvo para R$17,00 ao final de 2020 (Imagem: Renan Dantas/Money Times)

Em relação ao quarto trimestre, a XP espera resultado positivo, com a empresa retomando o crescimento de receita em relação 4° trimestre de 2018, após a queda de apresentada nos nove primeiros meses deste ano, e melhora significativa na rentabilidade.

De acordo com o jornal, a varejista visa reforçar seu caixa em um momento favorável do mercado e, com isso, se preparar para realizar investimentos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Apesar disso, há quem entenda que o ativo ainda tem espaço para valorização e, com isso, o ideal seria esperar um pouco mais antes do folow-on. Com isso, a estimativa é que a oferta seja emplacada até o meio do ano.

A publicação lembra que Michael Klein assumiu o controle da Via Varejo em junho e, desde então, os ganhos na B3 foram de 183%. Somente no começo deste ano, os os papéis acumulam alta de 26,50%.

Outro ponto de destaque é que a Via Varejo foi uma das empresas que no ano passado mais ganhou pessoas físicas em sua base acionária, chegando a superar 122 mil CPFs, conforme últimos dados da B3. A bolsa brasileira dobrou sua base de investidores individuais em 2019, passando de 813,3 mil para 1,678 milhão.

Última atualização por Lucas Simões - 21/01/2020 - 10:44