Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Vivo amplia parceria com CDF e terá opção de se tornar acionista minoritária da empresa

08/04/2021 - 20:12
As empresas já são parceiras na oferta do “Vivo Guru”, que será a marca guarda-chuva também dos serviços para casas cada vez mais conectadas (Imagem: Rafael Borges/ Money Times)

A Vivo (VIVT3) ampliou a parceria comercial com a CDF – empresa especializada em marketplace de soluções de assistência residencial e tecnológica -, com o objetivo de aumentar sua oferta de serviços de suporte tecnológico para a casa conectada, mostra documento enviado ao mercado nesta quinta-feira (8).

Além disso, a Vivo passa a ter a opção de adquirir participação acionária minoritária no capital social da CDF, que entrou com pedido de IPO (Oferta Pública de Ações, em português) recentemente.

As empresas já são parceiras na oferta do “Vivo Guru”, que será a marca guarda-chuva também dos serviços para casas cada vez mais conectadas, a serem lançados em breve.

Casa conectada é um termo que vem ganhando força nos últimos anos. Com a tecnologia, a pessoa poderá controlar equipamentos, como lâmpadas, geladeiras, televisores, etc,  à distância, usando a internet.

Além do suporte técnico remoto e presencial, o portfólio será ampliado para outras áreas como configuração de rede Wi-Fi e física, instalação e configuração de dispositivos inteligentes, entre outros.

“Esta iniciativa reforça o posicionamento da Vivo como um hub de serviços digitais, atendendo a todas as necessidades de tecnologia de seus clientes, além de aumentar a participação da companhia em negócios de alto valor”, informou.

No ano passado a Vivo lançou seu marketplace, onde é possível comprar eletroeletrônicos de diversas marcas – de notebooks a refrigeradores.

Além do suporte técnico remoto e presencial, o portfólio será ampliado para outras áreas como configuração de rede Wi-Fi e física, instalação e configuração de dispositivos inteligentes, entre outros.

“A tendência é haver cada vez mais dispositivos conectados nas residências, como máquina de lavar, geladeira, ar condicionado, lâmpadas, entre outros, graças à evolução da internet das coisas para consumidores finais. Nosso objetivo é que todos tenham na Vivo a referência em tecnologia, seja para comprar produtos ou para contratar serviços”, afirma Marcio Fabbris, VP B2C da Vivo.

A operação encontra-se sujeita à negociação e celebração dos documentos definitivos no prazo de 120 dias.

Veja o documento:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 09/04/2021 - 1:10

Pela Web