BusinessTimes

Vulcabras (VULC3) vê lucro crescer 35,7% no 3T22, a R$ 99,9 milhões; empresa anuncia dividendos

01 nov 2022, 19:15 - atualizado em 01 nov 2022, 19:15
Vulcabras Azaleia
A receita líquida da Vulcabras subiu 23,8% no terceiro trimestre, de R$ 535,9 milhões para R$ 663,5 milhões em um ano (Imagem: LinkedIn/Vulcabras Azaleia)

A Vulcabras (VULC3) mostrou crescimento de 35,7% no lucro líquido do terceiro trimestre de 2022 ante igual período de 2021, a R$ 99,9 milhões, de acordo com o relatório divulgado nesta terça-feira (1º).

Entre julho e setembro do ano passado, a fabricante de calçados atingiu ganhos de R$ 73,6 milhões.

O lucro líquido societário do terceiro trimestre deste ano foi de R$ 97,9 milhões, queda de 22,6% no comparativo anual.

A receita líquida da Vulcabras subiu 23,8%, de R$ 535,9 milhões para R$ 663,5 milhões em um ano. O desempenho representa o melhor trimestre da história da companhia e reflete a expansão de vendas de todas as marcas e divisões do portfólio.

No trimestre, a Vulcabras totalizou volume de 8,3 milhões de pares/peças, avanço de 10,3% na base anual. Em calçados esportivos, houve crescimento de 5,4%. Já a categoria de confecções e acessórios subiu 20%.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) recorrente totalizou R$ 134,2 milhões, contra R$ 102,4 do terceiro trimestre de 2021. A margem atingiu 20,2%.

O Ebitda societário foi de R$ 132,2 milhões, representando queda de 4,8% ano a ano.

Dividendos

O conselho de administração da Vulcabras aprovou nesta terça a distribuição de R$ 90,9 milhões em dividendos intercalares, com base no saldo de lucros acumulados apurado em balanço com data-base de 30 de setembro de 2022.

O pagamento é válido a acionistas que estiverem inscritos nos registros da companhia na data de 10 de novembro de 2022. As ações passarão a ser negociadas ex-dividendos intercalares a partir de 11 de novembro de 2022, inclusive.

Os dividendos serão pagos em 22 de novembro de 2022.

A Vulcabras ressaltou que o valor por ação dos dividendos poderá ser ajustado em razão do programa de recompra de ações da companhia.

Siga o Money Times no Instagram!

Conecte-se com o mercado e tenha acesso a conteúdos exclusivos sobre as notícias que enriquecem seu dia! Todo dia um resumo com o que foi importante no Minuto Money Times, entrevistas, lives e muito mais… Clique aqui e siga agora nosso perfil!

Editora-assistente
Formada em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua como editora-assistente do Money Times há pouco mais de três anos cobrindo ações, finanças e investimentos. Antes do Money Times, era colaboradora na revista de Arquitetura, Urbanismo, Construção e Design de interiores Casa & Mercado.
Linkedin
Formada em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua como editora-assistente do Money Times há pouco mais de três anos cobrindo ações, finanças e investimentos. Antes do Money Times, era colaboradora na revista de Arquitetura, Urbanismo, Construção e Design de interiores Casa & Mercado.
Linkedin