Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Wall Street bate recordes por otimismo com comércio e balanços

13/01/2020 - 19:33
Uma redução das tensões no Oriente Médio e o acordo comercial EUA-China incentivaram apostas mais arriscadas (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

Apple, Alphabet e outras empresas do segmento de tecnologia levaram Wall Street a recordes nesta segunda-feira, alimentados pelo otimismo sobre a assinatura de um acordo comercial preliminar entre Estados Unidos e China e também pela proximidade da divulgação de balanços corporativos do quarto trimestre.

Apple, Facebook, Netflix, Microsoft e Amazon.com Inc –que têm sustentado o mais longo movimento de alta nas ações norte-americanas– estiveram entre os principais impulsos aos recordes para o S&P 500 e o Nasdaq nesta sessão.

Apple avançou 2,14% para fechar em um novo recorde. Também em uma nova marca, Alphabet, dona do Google,, avançou 0,8%, elevando seu valor de mercado para 993 bilhões de dólares.

Uma redução das tensões no Oriente Médio e a Fase 1 do acordo comercial entre EUA e China, que deve ser assinada em Washington na quarta-feira, incentivaram apostas mais arriscadas ao longo da última semana.

“As pessoas estão otimistas em relação aos balanços e também estão aliviadas que a situação do Irã na semana passada não acabou ficando pior do que estava, e as pessoas estão felizes que China e EUA estejam se unindo para assinar a fase 1 do acordo comercial. Há muitos motivos para ser otimista”, disse Jake Dollarhide, diretor executivo da Longbow Asset Management em Tulsa, Oklahoma.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Investidores estão aguardando os balanços de grandes bancos. JPMorgan Chase & Co, Citigroup Inc. e Wells Fargo & Co iniciam a temporada de resultados do quarto trimestre a partir de terça-feira.

Analistas esperam que os lucros das empresas do S&P 500 recuem 0,6% pelo segundo trimestre consecutivo, de acordo com dados da Refinitiv IBES.

Muitos investidores, no entanto, já estão atentos a chances de lucros potencialmente mais satisfatórios quando EUA e China resolverem sua disputa comercial.

O Dow Jones subiu 0,29%, terminando em 28.907,05 pontos, enquanto o S&P 500 teve alta de 0,70%, para 3.288,13 pontos, máxima histórica para um encerramento.

O Nasdaq saltou 1,04%, para 9.273,93 pontos, também um recorde.

Última atualização por Renan Dantas - 13/01/2020 - 19:33

Randon vale, pelo menos, 6% mais após compra da Nakata, segundo a Ágora