Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Warren lançará fundo alocado em empresas com mulheres no conselho

07/03/2020 - 18:29
Escritório de empresa com cadeiras
Thomaz Fortes, gestor de fundos da corretora, destaca que a boa performance de organizações onde os cargos de CEO e CFO são ocupados por mulheres é uma tendência que vem ganhando força (Imagem: Pixabay)

A corretora Warren lançará na próxima segunda-feira (9) o fundo de investimento alocado em empresas nacionais e internacionais que contam com mulheres em cargos de destaque. Batizado de Warren Equals, a novidade foi criada com o propósito de discutir sobre ações de equidade de gênero no mercado.

“O Warren Equals está atrelado a um conjunto de ações que estamos lançando e que envolve a produção de conteúdos e eventos para a discussão do papel da mulher no mercado financeiro. Vamos promover ações de educação financeira voltadas para esse público”, afirma Kelly Gusmão, CPO e cofundadora da Warren.

O fundo é formado por 80% de ações brasileiras e 20% de ações no exterior. Para os papéis de fora do país, foram utilizados dados do Bloomberg Gender-Equality como referência.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Voltada para todos os tipos de investidores, a carteira tem aplicação mínima de R$ 1. As taxas de administração e de gestão, dependendo do valor investido na plataforma, são de 0% e 0,5% ao ano, respectivamente.

Thomaz Fortes, gestor de fundos da corretora, destaca que a boa performance de organizações onde os cargos de CEO e CFO são ocupados por mulheres é uma tendência que vem ganhando força.

“Por exemplo, o Goldman Sachs anunciou em janeiro que só vai coordenar abertura de capital de empresas que tenham, pelo menos, alguma minoria bem representada em seu conselho, uma medida que hoje é muito voltada à inclusão de mulheres nesses espaços”, completa.

A Warren pretende captar R$ 100 milhões com o fundo. Os recursos serão investidos em ativos de companhias, dentre elas NVIDIA, Yum China, Bradesco, Santander, Itaú, Magazine Luiza, Coca-Cola e S&P Global.

Última atualização por Diana Cheng - 07/03/2020 - 18:30