Web 3.0: O que é oportunidade e o que é oportunismo?

Equipe Crypto Times
12/04/2022 - 17:24
NFTs são oportunidade ou oportunismo na Web 3.0?
“As NFTs não representam um ativo de investimento”, afirma Krupinsk, sobre os riscos da Web 3.0 (Imagem: Reprodução/OpenSea)

Por Cássio Krupinsk*

Que o advento da internet revolucionou o mundo e a maneira como vivemos isso não se pode negar. Da Web 1.0, fase marcada pela navegação unidirecional e o altíssimo custo, caminhamos até a Web 2.0, com acesso democrático e criação das mais variadas formas de interação, rumo à fase 3.0, que promete transformar cada vez mais a experiência digital para o mundo físico – leia-se metaverso.

Trajetórias e transformações essas que mudaram (e ainda vão mudar!) drasticamente o mercado da tecnologia. Haja vista a tal bolha dos anos 2000. Conceito que marcou a supervalorização desse meio de comunicação, e que gerou uma falsa ideia da possibilidade de lucros ilimitados.

Diante disso, à época, muitas empresas queriam “surfar a onda do ponto-com”, mas no meio do caminho, quando o mundo começou a perceber que a queridinha do momento não era uma fonte de ganhos sem limites, a bolha estourou. Resultado? O preço das ações despencou e a falência de muitas corporações foi iminente.

Trazendo para o contexto atual, a reflexão que proponho é: existe uma linha tênue entre as oportunidades e o oportunismo que a Web 3.0 pode desencadear em termos de investimentos. Falo aqui de ativos digitais sólidos e ativos digitais não sólidos.

Hoje, por exemplo, muito se fala sobre as NFTs, sigla em inglês para non-fungible token (token não fungível, na tradução para o português) no mercado de ativos financeiros. Acontece que um produto para se tornar um investimento precisa de garantias, de lastros, que devem ser claros e aparentes. As NFTs, no entanto, não representam um ativo de investimento.

Portanto, antes de apostar em um produto digital, é fundamental ponderar algumas questões.

Estude sobre o mercado

Tenha conhecimento, por exemplo, se o que despertou o interesse de investimento é algo real, sólido. É necessário conhecer minimamente os riscos e as características de cada ativo antes de investir.

Escolha parcerias seguras e confiáveis

Ao se tratar de investimentos digitais, o terreno para falsas ofertas é vasto. Por isso é importante escolher uma solução, uma empresa reconhecida no ramo, com credibilidade. Para não investir em “furada”, além de estudar o mercado, é preciso estudar bem a proposta, bem como as pessoas por trás dela.

Fique ciente dos riscos

Aqueles que desejam buscar uma rentabilidade maior inevitavelmente precisam aceitar um nível de risco mais elevado. Muitas vezes esses riscos ficam ocultos, ou exigem um esforço maior para percebê-los. Portanto, ficar atento aos detalhes faz toda a diferença.

Cuidado com a promessa de “fórmulas mágicas”

Não invista com pressa. Análises mais profundas podem evitar contratempos mais adiante.

Conhecimento é a chave

O mercado de ativos digitais é dinâmico, tanto no quesito tecnológico quanto na oferta de produtos e serviços. Manter-se atualizado e em constante pesquisa é uma condição inerente à área.

Fato é que todo o cuidado é pouco quando os olhos e os anseios se voltam ao mercado financeiro que a Web 3.0 favorece. Para evitar que uma nova bolha estoure, tanto de forma global quanto individual, é superimportante ponderar muitos detalhes antes de agir pela impulsividade do momento, a fim de minimizar danos, bem como evitar prejuízos irreversíveis.

*Cássio Krupinsk é CEO da BlockBR, fintech de digital assets marketplace e investimentos.

Última atualização por Márcio Juliboni - 12/04/2022 - 17:24

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto