Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Yduqs: MEC autoriza curso de medicina no Ceará

17/09/2020 - 18:27
Curso de Medicina-Anhembi Morumbi
Entre vagas abertas, autorizadas e que aguardam autorização, a Yduqs já soma 1.371 vagas para os cursos de medicina (Imagem: Reprodução/Laureate)

O MEC (Ministério da Educação) aprovou o início das atividades do curso de medicina da Faculdade Estácio de Canindé, no Ceará, incluído no programa Mais Médicos, do Governo Federal, mostra documento da Yduqs (YDUQ3) enviado ao mercado nesta quinta-feira (17).

O curso obteve autorização para 50 vagas anuais, podendo ser contemplado com novas vagas.

A Yduqs espera iniciar as aulas do semestre letivo nas próximas semanas.

“Com o anúncio, Canindé será a primeira unidade em operação no âmbito da segunda fase do programa Mais Médicos”, informou.

Entre vagas abertas, autorizadas e que aguardam autorização, a Yduqs já soma 1.371 vagas para os cursos de medicina.

Quem se dará melhor na volta às aulas?

Ágora Investimentos retomou a cobertura do setor de educação brasileiro com um tom mais otimista sobre as empresas e a perspectiva de novas oportunidades dentro do mercado de ensino básico e de segmentos premium de ensino superior, além da educação a distância (EaD).

Analistas da corretora projetaram um crescimento sólido para os sistemas de ensino fundamental e médio, com avanço significativo da taxa de penetração nos próximos anos. Até 2024, o indicador, atualmente em 9,5%, deve atingir os 16%.

“Vemos esse mercado como uma proposta de ‘o vencedor leva mais’, e temos uma preferência pelo sistema de ensino da Arco (não listada na B3 (B3SA3)) versus Cogna (COGN3) [Vasta representa 10% da receita da Cogna] devido à sua exposição total ao mercado de ensino básico e ao produto de alta qualidade”, afirmaram.

Veja o documento

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 17/09/2020 - 18:28