Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ação do IRB já incorpora os “negativos” e poderia valer R$ 11, calcula Santander

29/07/2020 - 13:19
IRB Brasil RE IRBR2
Depois de incorporar os números atualizados de 2018 e 2019 e um cenário mais cauteloso pela frente, o Santander cortou as estimativas de lucro líquido para 2020 e 2021 em média 64% (Imagem: IRB Brasil RE/Facebook/Reprodução)

O Santander avaliou, nesta quarta-feira (29) que as ações do IRB (IRBR3) já incorporam a maioria dos negativos e estipulou o preço-alvo de R$ 11 para os papéis da companhia no final de 2021.

O banco acredita que a empresa está no processo de recuperar a confiança que perdeu com o mercado, algo que normalmente leva anos, não trimestres para acontecer.

“Embora pensemos que o preço atual das ações já esteja incorporando a maioria dos negativos (por exemplo, o ROE sustentável implícito no preço atual das ações é de apenas 16%), acreditamos que a visibilidade do ROE de longo prazo está embaçada agora, o que nos impede de tomar uma visão mais construtiva”, afirmou o analista Henrique Navarro.

Depois de incorporar os números atualizados de 2018 e 2019 e um cenário mais cauteloso pela frente, o Santander cortou as estimativas de lucro líquido para 2020 e 2021 em média 64%. De acordo com eles, a COVID-19 não é a única culpada.

Assim, o Santander rebaixou a recomendação do IRB para manutenção. ” Nossas estimativas e valuation já consideram os recursos provenientes do potencial aumento de capital no ponto médio da faixa proposta de R$ 2,2 bilhões, o que afetaria negativamente (diluir), por número de ações, ROE e valuation (excesso de caixa reduz o valor justo)”, informou o documento.

Os papéis da companhia caíam 1,65% a R$ 9,53 por volta das 13h20 desta quarta-feira (29).

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Vitória Fernandes - 29/07/2020 - 13:19