Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

AES Brasil: resultados não agradam; se quiser mais dividendos, torça para chover

25/02/2021 - 18:27
No trimestre, o volume total de energia gerado foi de 2.300 GWh, uma queda de 9,6% em relação ao ano passado, reflexo da falta de chuva (Divulgação: Facebook da AES Tietê)

Apesar do lucro da AES Brasil (TIET11) ter disparado 470% no quarto trimestre, muito em parte devido o ressarcimento de GSF, que mede o risco hidrológico, os números não agradaram os analistas.

De acordo com Gabriel Francisco e Maira Maldonado, da XP, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de R$ 264,6 milhões ficou 15,3% abaixo da expectativa.

Para eles, os resultados refletiram principalmente uma menor margem bruta de contribuição (receitas menos custos de aquisição e transmissão de energia) de R$ 296,6 milhões em relação aos R$ 370,8 milhões previstos inicialmente.

“Destacamos que expurgamos de nossos cálculos de Ebitda Ajustado um ganho não recorrente e sem efeito caixa de R$ 947 milhões referente à renegociação do risco hidrológico conforme previsto na lei 14.052 / 2020 (repactuação do risco hidrológico). Esse ganho foi a principal diferença por trás das diferenças entre o lucro líquido reportado de R$ 602,6 milhões e nossa estimativa de R$ 67,5 milhões”, argumentam.

Situação hídrica preocupa

O Inter Research destaca que a situação hídrica é desafiadora para a elétrica. A falta de chuvas tem prejudicado a geração de energia e pressionado os preços. Para se ter uma ideia, no trimestre, o volume total de energia gerada foi de 2.300 GWh, queda de 9,6% em relação ao ano passado.

“A situação mais desafiadora da escassez de chuvas e afluência das bacias é o que tem minado a produção da empresa”, destaca Rafael Winalda, que assina o relatório.

Apesar disso, com a melhora da situação hídrica, é possível que o dividend yield bata em aproximadamente 5% para os próximos anos, “fazendo da AES Brasil, portanto, uma boa opção para compor uma carteira focada em proventos”.

Já para o Safra, o resultado ficou em linha com o esperado.

O aumento dos riscos hidrológicos (GSF de 31,7%) e preços de curto prazo em patamares elevados afetaram os resultados de geração hidrelétrica, destaca.

Já o Ebitda ajustado de R$ 220 milhões ficou em linha com as estimativas do banco, mas 20% abaixo do consenso.

“A empresa negocia a uma TIR (Taxa Interna de Retorno) justo de 5,3%. A ação continua a ser um bom jogador de dividendos, com rendimento médio de dividendos de 9,1% para 2021″, argumenta.
Mais cedo, a empresa anunciou dividendos intermediários no valor de R$ 7,9 milhões.

Recomendação

Corretora Recomendação Preço-Alvo
XP Compra R$ 18
Safra Neutra R$ 14,3
Inter Research Neutra R$ 16

 

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 25/02/2021 - 18:34