Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Análise de preço do Chainlink (LINK) — parte 1: por que essa rede é tão importante?

07/08/2020 - 11:11
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
chainlink
Métricas no blockchain para o token LINK, a atividade de desenvolvedores no GitHub e dados do Google Trends demonstram um aumento forte e contínuo nos últimos meses, que apoiam os aumentos recentes e a contínua tendência de preço positiva (Imagem: ChainLink)

Chainlink (LINK) é uma rede descentralizada de oráculo na Ethereum.

A rede foi criada para conectar fontes de dados fora do blockchain (“off-chain”), como APIs (interfaces de programação de aplicações), feeds de dados ou pagamentos bancários, para contratos autônomos no blockchain (“on-chain”). Chainlink foi ao ar no dia 30 de maio de 2019.

A capitalização de mercado do LINK é de US$ 3,68 bilhões, com base no fornecimento em circulação do token de 381 milhões, com um volume de negociação de US$ 378 milhões nas últimas 24 horas.

Chainlink está atraindo a atenção do mercado por conta de uma nova alta de preço esta semana, que aumentou desde março. Dentre o top 20 de criptomoedas por capitalização de mercado, LINK foi a de melhor desempenho nos mercados em dólar durante 2019.

A equipe fundadora do LINK é comandada pelo CEO Sergey Nazarov e o CTO Steven Ellis.

Conselheiros do projeto incluem Ari Juels, professor de Ciência da Computação na Cornell Tech e diretor da IC3Andrew Miller, professor assistente de Ciência da Computação da Universidade de Illinois e consultor do Zcash e Tezos; e Hudson Jameson da Ethereum Foundation.

A oferta inicial de moeda (ICO) do LINK arrecadou 114.285 ETH, ou US$ 32 milhões, em setembro de 2017. Os tokens só podiam ser comprados em ether.

Os tokens foram vendidos de forma privada antes da ICO a 3.210 LINK/ETH, custando aproximadamente US$ 0,09 por token, e vinham com um bônus de 20%. Tokens na venda pública foram oferecidos a 2.6 mil LINK/ETH ou, aproximadamente, US$ 0,11 por token.

Mais 650 milhões de tokens LINK foram emitidos, em que 55% serão distribuídos a operadores de nós e recompensas do ecossistema, enquanto 45% serão alocados à empresa-mãe do LINK, Smart Contract Limited.

Smart Contract Limited foi fundada em setembro de 2014 e escolhida como uma das “Aplicações de Blockchain de 2017” do selo “Cool Vendor” da Gartner.

Smart Contract Limited firmou parceria com a plataforma de mensagens interbancárias SWIFT após completar a primeira fase de uma prova de conceito (PoC) em junho de 2017.

Desde a ICO, Smart Contract Limited parece ter vendido 30,5 milhões de tokens, com base em dados disponíveis de carteira. Os tokens restantes parecem não terem bloqueio ou cronograma de aquisição.

As duas movimentações mais recentes do token aconteceram nos dias 14 e 31 de junho, ambas de 500 mil tokens.

Saldo de carteira em LINK da Smart Contract Limited.

LINK é um token ERC-20, com o acréscimo da funcionalidade de transferência do padrão ERC-20, permitindo que tokens sejam recebidos e processados por contratos em uma única transação.

O token LINK é utilizado para pagar operadores de nós da Chainlink pela coleta de dados de feeds de preço externos, a formatação de dados em formatos legíveis pelo blockchain e computação “off-chain”). O número de operadores de nós continuou a crescer de forma estável desde o lançamento.

Contagem de transações de contratos na Chainlink (Imagem: Tableau Public)

LINK possui 21 oráculos de preço para a Ethereum, que podem ser usados como uma fonte agregada e confiável de preço para aplicações de finanças descentralizadas (DeFi).

LINK também fornece dados descentralizados de referência de preço para inúmeros outros pares em dólar e ether e podem ser usados por diversos tipos de aplicações, sejam elas nativas de cripto ou não.

(Imagem: Chainlink)

A rede descentralizada possui três abordagens para evitar dados falsos e reduzir vulnerabilidades. Dados enviados pela rede são curados e verificados por meio de uma grande votação, que evita um ponto único de falha no sistema de oráculo.

A rede também circula entre oráculos e apresenta um sistema de reputação e certificação para desempenho do oráculo. Componentes de hardware também protegem a integridade e confidencialidade de dados para assegurar a transferência de dados privados e à prova de falsificação entre oráculos e contratos autônomos.

Quando um contrato autônomo precisar de dados da ChainLink, cada nó na rede envia seus dados e os nós para fazer o staking de seus tokens LINK. Se o nó tiver enviado dados ruins, seus tokens LINK são distribuídos para nós que enviaram dados bons.

Esse sistema de punição incentiva um fluxo contínuo de dados honestos para fontes descentralizadas. Atualmente, a rede fornece suporte à Ethereum, Bitcoin e Hyperledger, com parcerias incluindo GoogleIntel e Oracle.

Ecossistema de rede descentralizado de oráculos (Imagem: Twitter/TheLinkMarine1)

Parte 2

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 25/10/2020 - 15:40