Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Análise técnica de monero (XMR) — parte 3: aspectos técnicos

30/07/2020 - 10:01
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
O preço à vista está um pouco acima das Médias Móveis Exponenciais (MMEs) de 50 e 200 dias, além da Nuvem diária. Toda a atenção está voltada para a forte zona de resistência de US$ 100 com base no perfil de volume do intervalo visível (VPVR, na sigla em inglês), pivôs anuais e números redondos psicológicos (Imagem: Twitter/Monero)

Parte 1 / Parte 2

Análise técnica

Um possível roteiro de desenvolvimento (“roadmap”) para futura ação de preço pode ser encontrado usando Médias Móveis Exponenciais (MMEs), perfil de volume do intervalo visível (VPVR), Índice de Força Relativa (RSI) e a Nuvem de Ichimoku.

Clique aqui para acessar mais informações sobre as análises técnicas descritas abaixo.

No gráfico diário para o mercado XMR/USD, a MME de 50 dias e a de 200 dias se cruzaram inúmeras vezes nos últimos 18 meses. Atualmente, a cruz indica um mercado de alta, pois o preço está próximo às duas MMEs.

A MME de 200 dias em US$ 65 e o pivô anual em US$ 69 devem atuar como suporte para qualquer recuo de preço.

O preço à vista está preso entre dois grandes nós de volume no VPVR, de US$ 43-US$ 57 e US$ 85-US$ 97. Apesar da atual tendência de alta, o preço pode continuar a se consolidar entre essas duas áreas de grande volume até uma decisão final de tendência for feita. Mais resistência positiva, com base no pivô anual, está em US$ 97, com resistência psicológica de US$ 100.

Além disso, posições compradas/vendidas na BitFinex (seção superior do gráfico abaixo) estão 68% para as posições compradas, com um crescimento de posições compradas desde a queda de preço em março.

Além disso, não existem divergências para um mercado de alta ou baixa no volume ou RSI neste momento. Porém, o RSI atingiu 18 no dia 12 de março, representando o segundo nível mais baixo da História.

Considerando a Nuvem de Ichimoku, existem quatro métricas essenciais: o preço atual em relação à nuvem, a cor da nuvem (vermelho para baixa, verde para alta), as cruzes Tenkan (T) e Kijun (K) e o período de atraso (“lagging span”). A melhor entrada acontece quando a maioria dos sinais disparam de baixa para alta, ou vice-versa.

No gráfico diário, as métricas de nuvem com configurações duplicadas (20/60/120/30) para sinais mais precisos, indicam uma alta. O preço à vista está acima da Nuvem, então a Nuvem indica uma baixa, assim como as cruzes T/K.

O período de atraso está acima da Nuvem e acima do preço à vista. A tendência permanecerá baixa conforme o preço se mantiver acima da Nuvem.

Por fim, no gráfico diário de XMR/BTC, a tendência se mantém neutra. A MME de 50 dias e de 200 dias ultrapassou a tendência de alta duas vezes nos últimos meses. O preço à vista definitivamente se manteve acima da Nuvem pela primeira vez desde o início de 2018.

A prudência para posições compradas acontecerá quando o preço à vista estiver acima da Nuvem com uma cruz T/K, senão, provavelmente, a tendência se manterá neutra.

O último apoio horizontal está na zona de 0,0040 BTC antes de uma queda de preço à zona de 0,0040 BTC. O preço também formou um possível padrão de reversão de mercado de baixa, de cabeça e ombros (“head and shoulders”).

VPVR sugere resistência superior significativa no nível psicológico de resistência de 0,01 BTC. Além disso, não existem divergências de alta ou baixa no RSI ou de volume neste momento.

Aspectos fundamentais mostram atualizações ativas e contínuas à rede XMR nos últimos anos, incluindo menores custos de transação, maior eficácia de transação, ofuscação de quantias transacionadas no blockchain (ou “blockchain pruning”), maior privacidade e melhores soluções de custódia.

Recentemente, transações diárias ultrapassaram um nível recorde, com uma inflação anual de aproximadamente 2,27%.

Em novembro de 2019, a rede XMR migrou do algoritmo de consenso CryptoNight para o Random X. O objetivo do novo algoritmo é remover permanentemente a mineração por ASICs da rede ao dar vantagem competitiva de mineração a CPUs.

Graças à rígida privacidade, o tráfego na dark net continua grande por contas dos novos malwares ou vetores de invasão apontados para a comunidade Monero, incluídos, mesmo que por pouco tempo, no site oficial da Monero.

Aspectos técnicos para o par XMR/USD estão entre tendências de alta ou neutras. O preço à vista está pouco acima das MMEs de 50 dias e de 200 dias, assim como da Nuvem diária, sugerindo um dinamismo estável de alta a curto prazo. Toda a atenção no próximo ano estará na forte zona de resistência de US$ 100 com base no VPVR, pivôs anuais e números redondos psicológicos.

Aspectos técnicos para o par XMR/BTC estão neutras. Apesar da grande turbulência de março, o preço não esteve muito abaixo, mas definitivamente finalizou a tendência de alta.

No curto prazo, é provável que o preço continue a variar entre 0,0065 BTC para 0,0086 BTC, com uma zona de consolidação de longo prazo próxima a 0,01 BTC.

A prudência para posições compradas acontecerá quando o preço estiver acima da MME de 50 dias e acima da Nuvem diária. É improvável que quaisquer outras baixas encontrem forte apoio até atingirem 0,0040 BTC.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 30/07/2020 - 10:01