Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Analistas destacam “resiliência superior” da Unidas em cenário atual

21/05/2020 - 11:02
unidas
O crescimento visto na receita foi influenciado pelo crescimento considerável nos volumes do segmento de aluguel de carros (RAC), de 42% na comparação anual (Imagem: YouTube/Unidas Oficial)

A Unidas (LCAM3) divulgou números do primeiro trimestre de 2020 em linha com as estimativas da XP Investimentos e do BTG Pactual (BPAC11), mas levemente abaixo do consenso do mercado.

O crescimento visto na receita foi influenciado pelo crescimento de 42% (comparação anual) dos volumes do segmento de aluguel de carros (RAC).

“Embora reconheçamos que a empresa tenha conseguido entregar mais um trimestre de crescimento sequencial em RAC, as consequências relacionadas à disseminação da covid-19 já refletiram negativamente nos resultados do primeiro trimestre, resultando em alavancagem operacional ligeiramente inferior à prevista e margem Ebitda negativa no segmento de vendas de seminovos”, destacou Bruna Pezzin, analista de Transporte, Bens de Capital e Shoppings da XP.

A Capital Research, em relatório divulgado ontem (20), também comentou que a companhia previa um crescimento em torno de 50% do volume de diárias do RAC, se não fosse pelo coronavírus.

Resiliência

Unidas LCAM3
A relevância do segmento de terceirização de frotas, que compõe cerca de 60% do Ebitda da Unidas, oferece “resiliência superior” no cenário atual (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

Mesmo tendo em vista os efeitos da covid-19 sobre os negócios, Pezzin reafirmou a solidez da posição de caixa da companhia. A relevância do segmento de terceirização de frotas, que compõe cerca de 60% do Ebitda da Unidas, também oferece “resiliência superior” no cenário atual.

A recomendação da corretora para a ação é de compra, com preço-alvo de R$ 17.

Longo prazo

A baixa visibilidade do ambiente de longo prazo com a covid-19 não impediu que o BTG alterasse sua recomendação de compra, com preço-alvo indicado de R$ 19.

“O corte abrupto dos volumes nos próximos meses não muda o cenário de longo prazo para as empresas de aluguel de carros”, defendeu Lucas Marquiori, do time de anáise do banco. “Olhando para a frente, esperamos que os investidores permaneçam focados em potenciais ajustes de depreciação”.

Marquiori ainda mencionou que a Unidas está preparada para passar pela crise, levando em consideração o bom balanço patrimonial da empresa.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 21/05/2020 - 11:03

Pela Web