Ao Vivo

AO VIVO: Campos Neto e Fernando Haddad falam no G20; acompanhe

18 abr 2024, 14:34 - atualizado em 18 abr 2024, 14:34

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, falam nesta quinta-feira (18) em coletiva de imprensa no G20.

O mercado está atento ao que vai ser dito hoje, tendo em vista a reação negativa às falas de Campos Neto na quarta-feira (17), em que, segundo ele, uma manutenção do cenário de incerteza elevada pode levar o BC a uma redução do ritmo de redução da Selic, destacando a responsabilidade fiscal do governo Lula.

Vale lembrar que no início da semana, o ministro Fernando Haddad confirmou mudanças na meta fiscal de 2025. O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), encaminhado ao Congresso, prevê déficit primário zero.

Em reunião com investidores, organizada pela XP, ele destacou que a “revisão fiscal pode custar caro para a política monetária”

Acompanhe ao vivo as principais falas de Haddad e Campos Neto

Campos Neto afirma que, no Brasil, só ocorrerá intervenção no câmbio em momento de disfuncionalidade

O presidente do BC apontou durante coletiva no G20 que o cenário com dólar forte “é sempre um problema” e pode gerar reação de bancos centrais pelo mundo.

Haddad aponta que o surto da inflação de março nos EUA promoveu queda nas expectativas de cortes de juros e impactou variáveis macroeconômicas no mundo
Haddad aponta que o Federal Reserve não mantém uma comunicação coesa em relação aos cortes de juros
Campos Neto diz que há algum tempo estão alerta para os riscos do processo de desinflação
Campos Neto diz que está se configurando uma fase em que é maior a probabilidade de taxas de juros mais altas por mais tempo
O ministro da Fazenda e o presidente do Banco Central falam em coletiva do G20
Repórter
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin