Informação independente faz a diferença

Aprovação da nova Previdência pode dar 10 mil pontos ao Ibovespa, estima Citi

O próximo ganha gatilho para a Bolsa pode ser a confirmação da nova Previdência no Brasil, avalia o Citi em um relatório enviado a clientes. “A proposta de reforma da previdência do Brasil é tão fundamental para a perspectiva fiscal do país que, a nosso ver, é o fator mais importante para o mercado acionário”, explica o analista Fernando Siqueira.

Receba o Giro Money Times grátis em seu email

O Citi calcula que a votação na Câmara dos Deputados possa acontecer entre abril ou maio e, no Senado, no final de junho ou após o recesso em julho. “Qualquer sinal de que o processo está correndo mais rápido do que isso seria bem recebido pelos investidores”, analisa Siqueira. “Estimamos que a confirmação possa adicionar mais 10.000 pontos, ou 15% para o Ibovespa”, afirma.

Proposta

Há dúvidas sobre a aprovação da proposta da maneira como está, que é vista como mais dura do que o esperado. O item mais polêmico é a definição da idade mínima para 65 anos, tanto para homens como para mulheres, além da planificação das regras que exclui os regimes especiais ou a acumulação de benefícios.

“Isto proporciona espaço para negociação, o que facilitará a aprovação. Indo adiante, investidores focarão em qual ágil cada fase será ultrapassada e nas mudanças em cima da proposta original”, pontua Siqueira. Para ele, a idade mínima para a aposentadoria é o pilar para esta reforma, além de ajustar o critério de elegibilidade para os trabalhadores rurais.

“Ambos exigem uma emenda constitucional (3/5 de ambas as casas, em duas sessões de votações separadas)”, ressalta.


Conteúdo Correspondente

Últimas Notícias