Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Argentina sai do nível “calote” após elevação de nota pela S&P

07/09/2020 - 18:21
Pesos,Argentina
A agência elevou o rating do país de ‘SD’ para ‘CCC+’, ou default seletivo, citando a conclusão de reestruturações de dívidas “complexas”  (Imagem: Reuters/Agustin Marcarian)

A agência de classificação de risco S&P elevou nesta segunda-feira o rating de crédito soberano de longo prazo da Argentina, retirando-a do território de default após o país reestruturar com sucesso mais de 100 bilhões de dólares em dívida soberana.

A agência elevou o rating do país de ‘SD’ para ‘CCC+’, ou default seletivo, citando a conclusão de reestruturações de dívidas “complexas” que reduzirão significativamente os pagamentos de cupons nos próximos anos.

“Este importante passo à frente oferece a oportunidade para o governo articular um plano mais amplo para enfrentar os vários desafios macroeconômicos pós-pandemia”, afirmou o documento.

A Argentina reestruturou na última semana cerca de 65 bilhões de dólares em títulos estrangeiros e mais de 40 bilhões de dólares em dívida em moeda estrangeira emitida de acordo com a legislação local, uma grande vitória para o país que está mergulhado em recessão e inadimplência.

O país agora precisa voltar suas atenções para negociar um novo acordo com o Fundo Monetário Internacional para substituir uma linha de crédito fracassada de 57 bilhões de dólares de 2018 e manter conversações com grupos de credores do Clube de Paris.

O país também enfrenta seu terceiro ano seguido de recessão, com projeções de contração de 12% neste ano, inflação alta, esvaziamento de reservas e aumento da pressão sobre o peso.

A S&P deu à Argentina uma perspectiva “estável”, embora a agência tenha dito que poderia rebaixar o país novamente se quaisquer “desenvolvimentos políticos negativos inesperados minem as perspectivas de recuperação econômica e por alguma reversão da deterioração fiscal em 2020”.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Gustavo Kahil - 07/09/2020 - 18:22