Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
IPO

Banco Daycoval quer voltar à Bolsa e já pede registro para IPO

11/02/2020 - 8:27
Daycoval DAYC4
No final de 2016, o banco Daycoval deslistou suas ações por conta da queda dos papéis na época para cerca de metade do valor de lançamento no IPO, concluído em 2007 (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

O Banco Daycoval pediu na segunda-feira registro de oferta pública de distribuição primária e secundária de suas ações preferenciais, conforme fato relevante disponível na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na madrugada desta terça-feira.

No final de janeiro, a Reuters noticiou que o banco estava planejando um IPO em abril, voltando às bolsas três anos depois de fechar seu capital, segundo três fontes com conhecimento do assunto.

De acordo com duas das fontes ouvidas pela Reuters em janeiro, a oferta poderá levantar entre 3 bilhões e 4 bilhões de reais.

No documento à CVM, o Daycoval também pediu ao órgão regulador conversão de categoria de emissor de valores mobiliários para categoria ’A’.

Para a B3 (B3SA3), o banco pediu listagem no segmento de negociação Nível 2, condicionado à realização da oferta.

No final de 2016, o banco Daycoval deslistou suas ações por conta da queda dos papéis na época para cerca de metade do valor de lançamento no IPO, concluído em 2007.

No fechamento de capital, a família Dayan pagou 9,08 reais por ação, um grande desconto em relação aos 17 reais da estreia das ações na bolsa em 2007.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Leia mais sobre: B3, Bancos, BM&FBovespa, CVM, Daycoval, Empresas, IPO, Reuters

Última atualização por Lucas Simões - 11/02/2020 - 8:27