Banco ING manifesta sua intenção em entrar no mercado cripto

Messari
12/12/2019 - 16:20
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
O propósito do banco ING é dar autonomia às pessoas para terem vantagens na vida e nos negócios (Imagem: Facebook/ING)

De acordo com a Reuters, o ING, banco amplamente conhecido dos Países Baixos, está trabalhando em uma solução de custódia de cripto.

O projeto está sendo desenvolvido foram da capital de Amsterdã e ainda está na fase inicial.

Em uma declaração para a Reuters, a empresa afirmou que “vê oportunidades crescentes em relação aos ativos digitais tanto para tokens apoiados por ativos como para security tokens nativos”.

Dizem que esse projeto é um dentre as várias iniciativas de blockchain do ING para o futuro.

A indústria cripto adora especular sobre como “as empresas estão vindo”, em relação ao investimento institucional em cripto. Enquanto esse tipo de investimento tem suas limitações, as empresas chegaram de outra forma: construindo infraestrutura.

Fidelity, Intercontinental Exchange (por meio de sua subsidiária Bakkt) e Nomura ou lançaram ou planejam lançar suas soluções de custódia de cripto. 

ING é a maior instituição financeira dos Países Baixos, com mais de US$ 1 trilhão de ativos sob gestão e uma capitalização de mercado de US$ 45 bilhões.

A entrada sucessiva de players institucionais continua a validar esse universo para as instituições tradicionais.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 02/01/2020 - 16:22

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto