Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

BB Investimentos seleciona 10 ações para enfrentar o mês de novembro

30/10/2020 - 21:14
Bear Bull Market Mercados
Segundo a corretora, novembro continuará conturbado, com viés de baixa (Imagem: Pixabay)

O BB Investimentos realizou três alterações em sua carteira recomendada mensal para novembro, revela relatório publicado nesta sexta-feira (30).

Dessa forma, saem Marfrig (MRFG3), Taesa (TAEE11) e Yduqs (YDUQ3) para dar lugar a Alupar (ALUP11), Klabin (KLBN11) e Raia Drogasil (RADL3).

Segundo a corretora, novembro continuará conturbado, com viés de baixa. A eleição entre o candidato republicano à reeleição, Donald Trump, e o candidato democrata, Joe Biden, será monitorada pelos investidores.

Outra questão preocupante, segundo o BB, é uma segunda onda do coronavírus pela Europa, que poderá também ocorrer em outros continentes.

“De toda a sorte, devemos considerar que ainda não é possível definir com precisão maior o período que estas novas restrições irão perdurar; os agentes seguem precificando os impactos adversos tanto sobre o crescimento da região, como sobre a recuperação econômica global”, argumentou.

No cenário interno, o foco está no acordo entre o governo e o Congresso sobre as novas propostas de reformas.

“Esta deverá permanecer sendo a tônica interna, com o mercado tentando precificar o tamanho do necessário ajuste fiscal, depois da política expansionista do Governo”, afirmou.

Farmácia Raia Drogasil
Para a Raia Drogasil, a corretora afirma que a empresa tem apresentado resiliência em um cenário com viés baixista (Imagem: LinkedIn/RD)

Mudanças

Segunda a corretora, a Alupar oferece um grande potencial de valorização para as units ao considerar a entrada em operação dos novos projetos ao longo dos próximos anos.

“Como transmissora de energia em fase de expansão, sua necessidade de investimento garante retorno atrativo para reinvestir o fluxo de caixa”, diz o BB.

No caso da Klabin, o BB destaca a alta capacidade de crescimento de vendas e entrega de resultados, mesmo em um cenário de incertezas, fruto da estratégia de atuação em setores essenciais, como alimentos, bebidas e higiene pessoal.

“A companhia tem operado a plena capacidade e segue seu plano de expansão, com a primeira fase do Projeto Puma II atingido 57% das obras”, observa.

Para a Raia Drogasil, a corretora afirma que a empresa tem apresentado resiliência em um cenário com viés baixista, além de possuir uma perspectiva mais estável de receita e margens diante de uma eventual segunda onda de Covid-19.

“A RD divulgou resultados referentes ao terceiro trimestre positivos, combinando crescimento de receita e margens saudáveis, além da evolução da estratégia digital, que atingiu 7,2% das vendas totais”, pontua.

Veja o portfólio na íntegra:

 

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 30/10/2020 - 21:14