Bitcoin e altcoins têm novas quedas após comentários do Federal Reserve

Vitória Martini
27/01/2022 - 11:48
criptomoedas
A queda do mercado atingiu não só as duas principais moedas, mas o mercado cripto de modo geral, que perdeu cerca de US$ 100 bilhões em valor de mercado de um dia para o outro (Imagem: Unsplash/Quantitatives.io)

Nesta quinta-feira (27), a maior criptomoeda do mundo – o Bitcoin (BTC) – teve uma nova queda de quase 5%, após comentários “hawkish” do Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos.

“Hawkish” indica que a autoridade monetária de um país defende o aumento da taxa de juros, para ter um maior controle fiscal e da inflação.

O site Business Insider foi o primeiro a noticiar que o bitcoin havia caído 4,17% nas últimas 24 horas, estando na cotação de US$ 36.783, no momento de publicação desta notícia, de acordo com dados do CoinMarketCap.

A atual cotação representa uma leve recuperação do valor de US$ 35.697, registrado na madrugada de hoje.

A segunda maior criptomoeda do mercado – Ethereum (ETH) – também perdeu 3,66% de seu valor. No momento de publicação desta notícia, a criptomoeda estava cotada em US$ 2.484, quando, nesta madrugada, havia chegado ao preço de US$ 2.366. 

A queda do mercado atingiu não só as duas principais moedas, mas o mercado cripto de modo geral, que perdeu cerca de US$ 100 bilhões em valor de mercado de um dia para o outro, segundo o Business Insider.

As criptomoedas alternativas, chamadas de “altcoins”, também tiveram quedas, sendo Solana (SOL) com uma perda de US$ 6,42%; Polkadot (DOT) com uma queda de 5,54%; e Terra (LUNA) caindo 5,13%.

Na quarta-feira (26), em seus comentários, o presidente do Fed, Jerome Powell, não descartou a ideia de aumentos agressivos das taxas de juros, e admitiu que um possível aumento dessas taxas em cada reunião mensal do Fed não está fora de cogitação.

Com a expectativa de o Fed aumentar a taxa de juros, os rendimentos dos títulos foram elevados, tornando os criptoativos e as ações de tecnologia, considerados mais voláteis e de maior risco, menos atraentes para o mercado. 

O diretor de inteligência de mercado na Caxton, Michael Brown, disse que “com o Fed provavelmente elevando o tom ‘hawkish’ nos próximos comentários, novos pontos negativos parecem mais prováveis de surgirem”.

Última atualização por Tamires Vitorio - 27/01/2022 - 11:48

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto