Bitcoin se aproxima da máxima histórica e ETF da moeda está logo aí; confira análise semanal

Brave New Coin
18/10/2021 - 13:12
Traduzido e editado por Vitória Martini
Gráfico Mercado
O bitcoin terminou a semana passada com um aumento de 10%, com o restante do mercado de ativos digitais se beneficiando da movimentação positiva gerada pela notícia do ETF (Imagem: Pixabay/Pexels)

Na última semana, o preço do bitcoin (BTC) chegou a US$ 62 mil, enquanto o mercado americano se prepara para a aprovação do primeiro fundo negociado em bolsa (ETF) de bitcoin, a ser listado na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) nesta semana.

O bitcoin terminou a semana passada com um aumento de 10%, com o restante do mercado de ativos digitais se beneficiando da movimentação positiva gerada pela notícia do ETF.

O segundo e terceiro maiores criptoativos em capitalização de mercado – ethereum (ETH) e binance coin (BNB) – terminaram a semana com um aumento de 8% e 12%, respectivamente.

Na última sexta-feira (15), foi informado que a Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio (SEC) dos Estados Unidos, provavelmente, irá aprovar os ETFs de bitcoin propostos pela ProShares e pela Invesco.

Os dois ETFs são baseados em contratos futuros e foram inscritos sob diversas orientações de fundo mútuo, o qual Gary Gensler – presidente da SEC – acredita que irá oferecer maiores proteções aos investidores.

ProShares enviou uma proposta retificada pós-efetiva no dia 15 de outubro, na qual afirmava que o grupo esperava lançar seu ETF hoje (18), apesar de que poderá não estar imediatamente disponível para negociação.

Já Valkyrie Funds enviou um formulário do tipo 8A para um ETF de futuros de bitcoin, o qual, essencialmente, registra um valor mobiliário para negociação em uma corretora. Também espera-se que esse ETF seja lançado nesta semana. 

James Seyffart, analista de ETF da Bloomberg Intelligence, notou no Twitter que a equipe de dados da Bloomberg estava no processo de adicionar o “ProShares Bitcoin Strategy ETF” para seu terminal.

O ticker será “BITO” e terá uma porcentagem de despesa de 0.95%, o que será um atrativo maior que os 2% do produto do fundo cripto da Grayscale (GBTC), tornando-o instantaneamente mais interessante para investidores.

Há anos que os pedidos para ETFs de bitcoin aguardam aprovação. As empresas que submeteram os ETF afirmam que ele tornará o bitcoin mais acessível para aqueles que desejam investir no ativo, mas que não querem lidar diretamente com a criptomoeda em si.

Um ETF remove as exigências de autocustódia do bitcoin e é regulamentado por grandes agências, como Nasdaq e SEC.

Investir em bitcoin é tido, para vários grupos de investidores nos Estados Unidos, como algo para se sentir mais seguro, além de ser algo mais fácil e acessível, em comparação com investir diretamente na criptomoeda. 

Na última sexta-feira, os volumes do bitcoin em mercados de opções e futuros dispararam. Isso aconteceu mesmo com os altos prêmios desses derivativos, indicando que o “dinheiro inteligente” (que normalmente adquire esse produtos) está prevendo um aumento de preço ainda maior para o bitcoin.

Bitcoin Celular Cotação
A maior criptomoeda do mundo continua impressionando seus investidores, à medida que se aproxima de sua máxima histórica (Imagem: Unsplash/Viktor Forgacs)

Ki Young Ju, CEO da empresa de análise de blockchain CryptoQuant, escreveu, em uma publicação em blog, que o recente aumento de preço do bitcoin não ocorreu por causa de especuladores ou por posições de venda que estão passando pelo “squeeze”, mas, sim, porque há grandes volumes de compradores que estão ativos nas plataformas de derivativos.

O bitcoin está se aproximando de sua alta histórica, de US$ 64,8 mil. No Twitter, Whalemap informou que a criptomoeda quebrou vários níveis de grande resistência para chegar aos US$ 60 mil.

Se a maior e mais antiga criptomoeda do mundo chegar a preços ainda mais altos que sua máxima histórica e atingir o modo de descoberta de preço, conforme indicado pelo Whalemap, todas as apostas estarão perdidas, com relação aonde o ativo poderá chegar, sem qualquer grande resistência do livro de ordens.

O que vem por aí esta semana?

20 de outubro: conclusão da votação no blockchain Terra para Proposition 128

A votação para a tão esperada mudança no blockchain Cosmos deverá ser concluída nesta quarta-feira (20). Até agora, os votadores apoiaram a proposta.

A mudança deverá ser implementada na rede principal da Terra e possibilitará ao protocolo de comunicação inter-blockchains (IBC) a interoperabilidade entre Terra e outros blockchains.

A mudança permitirá que sejam feitas transações apermissionadas entre Terra e demais blockchains. O preço do token nativo do blockchain – LUNA – caiu cerca de 17% na semana passada. 

20 de outubro: lançamento do “Beige Book”

O “Beige Book”, também conhecido como o Resumo de Comentários sobre as Atuais Condições Econômicas, é um relatório que o Comitê do Federal Reserve americano divulga oito vezes ao ano.

O documento fornece uma visão geral do atual estado da economia dos Estados Unidos, usando dados de doze distritos financeiros federais.

Investidores macro permanecem ansiosos para descobrir se o Federal Reserve irá reduzir sua estratégia agressiva de políticas monetárias expansionistas. O que for publicado no “Beige Book” poderá fornecer indícios para os investidores. 

Top 10 criptoativos da semana

MArcap 10 1810-min
(Imagem: Brave New Coin)

O desempenho das altcoins no mercado cripto foi misturado, devido à mudança das atenções para o bitcoin. A binance coin foi o ativo com maior desempenho, de acordo com a imagem acima, da Brave New Coin.

No dia 12 de outubro, a Binance anunciou um fundo de desenvolvimento de US$ 1 bilhão para impulsionar o crescimento da Binance Smart Chain (BSC). Esse é um dos maiores fundos de desenvolvimento já criados e deverá acelerar a adesão e a escalabilidade da BSC.

Gráfico do preço do bitcoin

Blax 7day 1810-min
(Imagem: Brave New Coin)

O preço do bitcoin ultrapassou o marco de US$ 60 mil pela primeira vez desde abril, em meio à impressionante alta do ativo durante o quarto trimestre de 2021.

Dados do Glassnode mostram um forte comprometimento dos compradores, os quais adquiriram a criptomoeda nesses altos níveis para manter seus bitcoins “durante toda a volatilidade, os altos e os baixos dos últimos seis meses”. 99,02% de todo o suprimento de BTC está fornecendo lucro.

Última atualização por Vitória Martini - 18/10/2021 - 13:12

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web