Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Brasil precisa evitar “estilo Dilma” de proteção do emprego para enfrentar a crise

22/03/2020 - 9:38
Indústria Emprego
“O PPE foi usado em apenas 27% dos casos”, lembra a Fipe (Imagem: Divulgação/Portal Brasil)

O governo federal deve evitar a tentação de criar algum tipo de mecanismo de proteção do emprego, aos moldes do visto durante a recessão de 2015, avalia a Fipe em um estudo publicado junto ao “Salariômetro” de março.

“A Política de Proteção do Emprego (PPE), criada na recessão de 2015, no governo Dilma, não ‘emplacou’”, lembra a instituição.

Histórico de acordos de redução de jornada e salário

Fonte: Salariômetro/Fipe, com base em dados do Mediador (Ministério da Economia)

A PPE foi adotada em apenas 217 acordos de redução de jornada e salários, enquanto que, no mesmo período, 601 empresas abriram mão dos incentivos e fizeram acordos com o mesmo objetivo, mas sem o controle do governo.

“O PPE foi usado em apenas 27% dos casos. É uma mensagem valiosa para não repetir os mesmos erros nos tempos do covid-19”, alerta a Fipe.

Veja o Salariômetro deste mês:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Gustavo Kahil - 22/03/2020 - 10:10