Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Brent desaba 2,5% com aumento de oferta e realização de lucros

02/07/2018 - 18:51

Por Investing.com – Os preços do petróleo WTI fecharam com queda nesta segunda-feira com as preocupações de um aumento de oferta na Arábia Saudita e na Rússia ofuscando uma redução na entrega em Cushing, nos EUA.

Em Nova York, o contrato futuro do WTI para entrega em agosto caiu US$ 0,21, para US$ 73,94 o barril, enquanto na Bolsa Intercontinental de Londres, o Brent perdeu US$ 1,93 para encerrar o dia a US$ 77,30 por barril.

A consultoria Genscape disse que os estoques de petróleo dos EUA em Cushing caíram na semana, de acordo com traders. Os estoques no hub caíram 3,2 milhões de barris na semana até 22 de junho, mas subiram ligeiramente nos quatro dias seguintes para 26 de junho.

A queda no fornecimento de Cushing ocorre no momento em que a parada de produção da Syncrude, no Canadá, que tem capacidade para produzir 350 mil barris por dia de petróleo, continuou a reduzir a oferta de petróleo bruto na América do Norte.

Os preços da commodity iniciaram a sessão em forte queda com o aumento da produção da Arábia Saudita e da Rússia. O movimento foi amplificado por um tuíte do presidente norte-americano Trump, no sábado, alegando que o rei da Arábia Saudita, Salman, teria concordou em aumentar a produção de petróleo em até 2 milhões de barris por dia (bpd).

Mas analistas disseram que, a menos que a demanda por petróleo caia, os fundamentos subjacentes do mercado de petróleo continuariam a suportar os preços mais altos do petróleo em meio a interrupções no fornecimento.

A produção russa subiu para 11,06 milhões de bpd em junho, ante 10,97 milhões de bpd em maio, informou o Ministério da Energia nesta segunda-feira. A produção da Arábia Saudita aumentou em 700.000 barris por dia (bpd) a partir de maio, mostrou uma pesquisa da Reuters.

Interrupções inesperadas no Canadá, na Líbia e na Venezuela aumentaram as expectativas dos investidores de que a demanda global por petróleo superaria a oferta, mantendo os preços do petróleo elevados.

Espera-se que os estoques de petróleo bruto sejam pressionados nas próximas semanas, à medida que avança a temporada maior consumo do verão dos EUA, o que geralmente mostra uma maior demanda por gasolina.

Leia mais sobre: ,

Última atualização por Gustavo Kahil - 02/07/2018 - 18:51

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto