Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

BTG inclui Lavvi e Orizon na carteira de small caps de junho; Randon e Intelbras deixam portfólio

04/06/2021 - 13:56
Lavvi
Além de ver a ação da Lavvi sendo negociada a um valuation atraente, o BTG acredita que a companhia está no caminho certo para cumprir seu plano de IPO (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

O BTG Pactual (BPAC11) fez duas alterações na carteira recomendada de small caps de junho. O banco excluiu as ações de Randon (RAPT4) e Intelbras (INTB3) para incluir os papéis de Lavvi (LAVV3), do setor de construção, e Orizon (ORVR3), empresa de tratamento de resíduos.

Empresa Ticker Segmento Peso
Lavvi LAVV3 Construção civil 20%
Oi OIBR3 Telecomunicações 20%
3R Petroleum RRRP3 Petróleo 20%
Orizon ORVR3 Serviços básicos 20%
Santos Brasil STBP3 Logística 20%

Além de ver a ação da Lavvi sendo negociada a um valuation atraente, o BTG acredita que a companhia está no caminho certo para cumprir seu plano de IPO (oferta pública inicial de ações).

“A Lavvi espera quatro empreendimentos em 2021 (lançamentos provavelmente totalizando mais de R$ 1 bilhão), e o primeiro é o icônico projeto Villa, previsto para o segundo trimestre: com R$ 500-600 milhões de valor de venda e margens muito elevadas”, destacou a equipe de análise da instituição.

O BTG está otimista com as oportunidades do mercado imobiliário em São Paulo. Segundo o banco, as baixas taxas de hipotecas e os estoques controlados explicam a boa acessibilidade para os compradores. Isso acaba beneficiando a Lavvi, que pode aumentar os lançamentos e atingir seu ROE (retorno sobre o patrimônio líquido) esperado de 25%.

No caso da Orizon, o BTG enxerga uma oportunidade de crescimento relevante para a Orizon devido aos ativos da Estre, maior empresa de aterros sanitários do Brasil.

De acordo com os analistas, os ativos da Estre mais do que dobrariam a base de ativos da Orizon, adicionando de R$ 100 milhões a R$ 120 milhões ao Ebitda da empresa (Imagem: Site/Orizon)

Em fato relevante divulgado em maio,  a Orizon informou que foi aprovado em assembleia geral o plano de recuperação judicial do Grupo Estre, que prevê a participação da companhia, por meio da Orizon Meio Ambiente, em conjunto com o fundo Jive, como primeiros proponentes (stalking horse) no processo competitivo de alienação dos aterros da Estre.

“Orizon e Jive estão muito bem posicionados, pois são os stalking horses, o que lhes dá o direito de apresentar a primeira oferta. Além disso, eles têm o direito de combinar e, se não forem os vencedores, recebem uma taxa de rescisão de 6,5% do lance vencedor”, afirmou o BTG.

De acordo com os analistas, os ativos da Estre mais do que dobrariam a base de ativos da Orizon, adicionando de R$ 100 milhões a R$ 120 milhões ao Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da empresa.

A carteira de small caps do BTG teve valorização de 8,4% em maio, superando a performance do Índice Small Cap (SMLL), que avançou 6,3%, e do Ibovespa, cuja alta no período foi de 6,2%.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 04/06/2021 - 13:56

Pela Web