Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

BTG Pactual faz “ajuste fino” em carteira para novembro

01/11/2017 - 10:40

BTG

O BTG Pactual fez um “ajuste fino” em sua carteira recomendada de novembro para adicionar um pouco mais de exposição às ações que se beneficiam de menores taxas de juros e maior atividade econômica, mostra um relatório enviado a clientes nesta quarta-feira (1) e assinado por Carlos Sequeira e Bernardo Teixeira.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

As eleições presidenciais de 2018 podem trazer mais volatilidade aos preços dos ativos, mas nós reconhecemos que o ritmo da recuperação econômica do Brasil é o fator determinante que irá impulsionar os mercados nos meses à frente”, explicam. Eles reconhecem que os últimos dados apontam para um desempenho lento, mas estável no caminho da recuperação.

“Uma economia em recuperação, taxas de juros em queda e um ambiente político menos turbulento explicam a nossa posição otimista para as ações brasileiras. Este mês, estamos realizando um ajuste fino em nosso portfólio e adicionando um pouco mais de exposição às ações que se beneficiam de menores taxas de juros e maior atividade econômica”, destaca o BTG Pactual.

Mudanças

As ações da Localiza (RENT3) voltaram à lista de escolhas para o mês após a queda recente torná-las mais atraentes.  É um papel de forte crescimento e alta qualidade, dizem os analistas. A locadora de veículos ocupa o espaço deixado pela rede de laboratórios Fleury (FLRY3).

Sequeira e Teixeira também continuam a acreditar nas empresas que beneficiam diretamente dos juros menores e da economia mais forte. Neste quesito, as escolhidas são a Lojas Americanas (LAME4), Light (LIGT3), Iguatemi (IGTA3) e Rumo (RAIL3).

“Além disso, estamos continuando com a exposição aos bancos, mas com o Bradesco (BBDC4) substituindo o Itaú (ITUB4), após a performance abaixo da média. Os resultados acima do esperado do Bradesco podem ser um fator positivo de curto prazo para as ações”, ressaltam

Por fim, o BTG lembra que continua a projetar a recuperação nos preços do açúcar e, por isso, a São Martinho (SMTO3) continua no portfólio, e no ciclo favorável para a carne de frango. Isso fortalece a BRF (BRFS3), que também tem o seu espaço garantido por mais um mês.

“O nosso portfólio é completado pela operadora (e uma clássica pagadora de dividendos) Vivo, e a gigante resseguradora IRB (IRBR3), a principal referência no mercado de forte crescimento no Brasil”, concluem. O portfólio registrou desvalorização de 0,9% em outubro, contra alta de 0,02% do Ibovespa. No ano, a valorização é de 16,9% versus 23,3% do índice.

Veja o portfólio sugerido para o mês:

Recomendações do BTG para novembro
Empresas Código Peso Potencial
Bradesco BBDC4 15% -8%
Telefônica VIVT4 10% 11%
BRF BRFS3 10% 22%
Lojas Americanas LAME4 10% 14%
Rumo RAIL3 10% 34%
Localiza RENT3 10% -14%
IRB IRBR3 10% 7%
Iguatemi IGTA3 10% -1%
Light LIGT3 10% 37%
São Martinho SMTO3 5% 30%

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Money Times - 30/09/2019 - 13:11

Cotações Crypto
Pela Web