Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Butantan retoma envio da CoronaVac ao ministério e deve entregar 5,6 mi de doses até semana que vem

23/02/2021 - 12:41
O instituto pretende chegar ao final de março com 27,1 milhões de doses da CoronaVac (Imagem: REUTERS/Murad Sezer)

O Instituto Butantan retomou nesta terça-feira a entrega de doses da CoronaVac, vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac, e pretende entregar à pasta 5,6 milhões de doses do imunizante até a sexta-feira da próxima semana, disse o instituto vinculado ao governo do Estado de São Paulo em nota.

O instituto informou que a remessa desta terça-feira inclui 1,2 milhão de doses e que, na quarta-feira, serão encaminhadas mais 900 mil doses da CoronaVac ao Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

“Para 25, 26 e 28 de fevereiro ainda estão previstas liberações de 600 mil doses diárias”, disse o instituto em nota. “Logo no início de março o IB vai disponibilizar mais 1,7 milhão de vacinas para a imunização do país.”

O Butantan entregou até esta terça 9,8 milhões de doses da CoronaVac ao PNI e, com as entregas previstas para esta semana e a próxima, deverá totalizar 15,4 milhões de doses entregues à campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 na próxima sexta-feira.

O instituto pretende chegar ao final de março com 27,1 milhões de doses da CoronaVac, vacina que está envasando em suas instalações em São Paulo após receber o insumo farmacêutico ativo (IFA) importado da China.

Em abril, a depender da chegada de mais lotes de IFA, o Butantan deve entregar mais 18,9 milhões de doses para cumprir a primeira parte do contrato com o ministério, que prevê a entrega de 46 milhões de doses da vacina até abril.

A pasta exerceu a opção de compra de mais 54 milhões da CoronaVac junto ao Butantan, que prevê concluir a entrega deste total até o final de agosto.

Além disso, o Ministério da Saúde enviou ofício ao Butantan manifestando o interesse em comprar mais 30 milhões de doses adicionais da CoronaVac entre outubro e dezembro deste ano e o instituto está analisando como irá responder.

Coronavac
A pasta exerceu a opção de compra de mais 54 milhões da CoronaVac junto ao Butantan, que prevê concluir a entrega deste total até o final de agosto (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Até o momento, a vacinação contra a Covid-19 acontece com as doses da CoronaVac entregues pelo Butantan ao PNI e com 2 milhões de doses prontas da vacina da AstraZeneca com a Universidade de Oxford importadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) da Índia.

Nesta terça, a Fiocruz, entidade vinculada ao governo federal, recebeu um novo lote de mais 2 milhões de doses prontas da vacina AstraZeneca/Oxford que, assim como a CoronaVac, é aplicada em duas doses.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 23/02/2021 - 12:41