Café mantém alta e ainda resiste a ajustes, depois de novo salto na semana em 4,5%

06/12/2021 - 8:33
Geadas sobre cafezais do Brasil ainda refletem sobre a próxima safra e implica em valorização do grão (Imagem: REUTERS/Roosevelt Cassio)

Depois de avançar praticamente 4,5% na semana que passou, o café ainda começa a segunda (6) mostrando que tem fôlego para mais.

Embora não se descarte a possibilidade de uma virada para ajustes, na medida em que os negócios na bolsa de Nova York abram para valer, as operações da madrugada indicam os mesmos fatores de propulsão do grão arábica.

O vencimento referência, março, que subiu 675 pontos na sexta, a 243,35 c/lp, sobe agora (8h30, Brasília), em torno de 0,50%, a 243,80 c/lp.

A oferta segue no radar das preocupações, com os agentes cada vez renovando temores, especialmente pelas condições brasileiras.

No pontual, ainda se agrega as dificuldades logísticas globais para movimentação de café, com a falta de contêineres e navios.

Nessas conjunções de oferta menor das origens e problemas de circulação, a Organização Internacional do Café (OIE) apontou outra redução 9,68 milhões de sacas exportadas mundialmente pelos principais atores, quase 4,5% a menos.

E isso foi também para os preços do derivativo.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 06/12/2021 - 8:33

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web