Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Carga de energia do Brasil recua para níveis de fim de semana com coronavírus

25/03/2020 - 16:52
Energia Elétrica
A carga, uma soma do consumo de energia com as perdas na rede, somou 61,7 gigawatts médios na terça-feira, cerca de 2,55% abaixo da estimativa inicial da ONS (Imagem: REUTERS/Ueslei Marcelino)

A demanda por eletricidade, importante indicador da atividade econômica, iniciou a semana com forte baixa no Brasil, em meio a medidas de isolamento decretadas por governos contra o coronavírus que levaram ao fechamento temporário de diversos negócios, cortando a carga de energia a níveis geralmente vistos em sábados ou domingos.

A carga, uma soma do consumo de energia com as perdas na rede, somou 61,7 gigawatts médios na terça-feira, cerca de 2,55% abaixo da estimativa inicial do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para o dia. O volume ficou 15,9% abaixo do visto na terça-feira passada, antes que efeitos da pandemia sobre o consumo ficassem mais evidentes.

Com a entrada em vigor de uma quarentena decretada pelo governo de São Paulo, polo econômico do Brasil, a carga da terça-feira ainda ficou ligeiramente inferior à do último fim de semana anterior ao agravamento da crise do vírus, quando somou 67,7 gigawatts no sábado e 61,9 gigawatts no domingo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“Se você observa o comportamento da carga, nos fins de semana tem uma derrubada e quando chega na segunda-feira tem uma rampa muito alta (de retomada). Agora, você pega essa última semana e vê que a carga foi reduzindo, entrou no fim de semana reduzida e na segunda não subiu, não reagiu”, disse à Reuters o presidente da unidade de comercialização da Copel (CPLE3;CPLE5;CPLE6), Franklin Kelly Miguel.

“Isso demonstra que o consumo está em níveis típicos de um final de semana”, acrescentou ele.

A redução da atividade econômica com as medidas de isolamento, que têm sido adotadas em todo o mundo para reduzir a velocidade de propagação do coronavírus, tem gerado preocupação no presidente Jair Bolsonaro, que passou a defender uma retomada da “normalidade” e o isolamento apenas de pessoas com perfil de risco.

Última atualização por Renan Dantas - 25/03/2020 - 16:52