Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Carrefour paga R$ 115 milhões em caso de espancamento e morte de cliente

12/06/2021 - 15:13
Carrefour Protesto
João Alberto Silveira Freitas foi espancado até a morte em novembro de 2020 por seguranças que atuavam numa loja Carrefour na capital gaúcha (Imagem: Reuters/Diego Vara)

O Carrefour Brasil (CRFB3) informou na noite de sexta-feira que concluiu acordo com autoridades federais e do Rio Grande do Sul em relação ao episódio de espancamento e morte de um homem negro numa loja da companhia.

De acordo com o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), com validade de três anos, o Carrefour Brasil ampliará em até 115 milhões de reais um fundo para promover inclusão racial e combate ao racismo.

“O valor acordado no TAC será destinado, principalmente, a bolsas de estudo, campanhas educacionais, projetos sociais e qualificação profissional para negros e negras. O cumprimento das iniciativas definidas será verificado por uma auditoria externa”, afirmou a empresa no documento.

O TAC, assinado com o Ministério Público Federal e o do Rio Grande do Sul, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública da União e Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, extingue os processos coletivos ligados ao caso.

João Alberto Silveira Freitas foi espancado até a morte em novembro de 2020 por seguranças que atuavam numa loja Carrefour no bairro de Passo D’Areia, em Porto Alegre.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 12/06/2021 - 15:16

Pela Web