Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Cessão onerosa não vai ser motivo para ações da Petrobras subirem, apontam analistas

11/10/2019 - 14:43
Na visão do Credit Suisse, a Petrobras foi bem seletiva na 16ª rodada de concessões, tendo realizado apenas duas ofertas nos blocos C-M-477 e C-M-541 (Imagem: REUTERS/Sergio Moraes)

A Bradesco Corretora não espera que o leilão da cessão onerosa seja um gatilho para as ações da Petrobras (PETR4).

“Acreditamos que os principais direcionadores sejam a oferta do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e as vendas das refinarias”, avaliam os analistas Vicente Falanga e Ricardo França, que recomendam compra para as ações da estatal.

Seletividade

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) realizou ontem a 16ª rodada de concessões, tendo os principais vencedores a Petronas, QPI, Total, Chevron e Repsol. O governo bateu recorde e arrecadou R$ 8,9 bilhões em bônus de assinatura com 12 áreas, mais do que o dobro previsto para todas as 36 áreas ofertadas.

Para o Credit Suisse, a Petrobras foi bem seletiva na rodada, tendo realizado apenas duas ofertas nos blocos C-M-477 e C-M-541. A petroleira foi bem-sucedida com a C-M-477, mas perdeu o segundo bloco para um consórcio liderado pela Total.

“Em nossa visão, a seletividade da Petrobras nas apostas está focada na expansão do portfólio de exploração da companhia ao mesmo tempo em que ela mantém a alocação de capital sob controle”, ressaltam Regis Cardoso e Victor Schmidt, analistas do banco.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Diana Cheng - 11/10/2019 - 14:44