Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

China compra milho e trigo dos EUA, informa USDA

20/03/2020 - 14:05
Milho
A venda de milho foi a maior dos EUA para a China desde julho de 2013 (Imagem: REUTERS/Bryan Woolston)

Importadores chineses assinaram acordos para a compra de milho e trigo dos Estados Unidos, na primeira rodada de grandes compras desde que Washington e Pequim assinaram a Fase 1 do acordo comercial em janeiro.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) afirmou nesta sexta-feira que exportadores privados do país registraram a venda de 756 mil toneladas de milho para a China, para entrega no ano comercial de 2019/20, e de 340 mil toneladas de trigo vermelho duro de inverno, com entrega em 2020/21.

O USDA também registrou vendas de 110 mil toneladas de soja para destinos não revelados durante o ano comercial 2019/2020. Na quinta-feira, duas fontes com conhecimento do acordo haviam dito à Reuters que exportadores norte-americanos venderam soja à China.

A venda de milho foi a maior dos EUA para a China desde julho de 2013. Já o negócio de trigo foi a primeira compra chinesa da variedade vermelho duro de inverno junto aos norte-americanos desde o final de 2017.

A China adquiriu poucas quantidades de grãos dos EUA desde que a epidemia de coronavírus atingiu o país no início deste ano, apesar da vigência do acordo comercial de fase 1, que incluiu promessas do país asiático de acelerar compras de produtos agrícolas norte-americanos.

No entanto, o recente declínio nos preços devido à disseminação do coronavírus fez com que as ofertas dos EUA para exportação ficassem em linha com as ofertas da América do Sul.

Os contratos futuros dos grãos em Chicago apresentavam firmeza nesta sexta-feira, com suporte da demanda pelos produtos dos EUA.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Bruno Andrade - 20/03/2020 - 14:05