Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

CNP, IRB e BB Seguridade largam na frente pelo seguro imobiliário da Caixa

24/09/2019 - 10:13
Caixa
Os selecionados pela Caixa têm até o dia 11 de novembro para apresentarem seus lances vinculantes (Imagem: Reuters/Pilar Olivares)

Por Investing.com

A disputa pela área de seguro imobiliário da Caixa Econômica Federal tem três finalistas: CNP Assurances, IRB Brasil (IRBR3) e BB Seguridade (BBSE3). Pelo fato do banco estatal liderar o financiamento do setor no país, o segmento é apontado como o mais importante do balcão de seguros da instituição. As informações são da edição desta terça-feira da Coluna do Broad, do Estadão.

De acordo com a publicação, cada uma das linhas de negócios que estão sendo ofertadas tem quatro candidatos, sendo que a Caixa já acertou com a sócia CNP, que hoje detém exclusividade no balcão.

Agora, informa o jornal, os selecionados pela Caixa têm até o dia 11 de novembro para apresentarem seus lances vinculantes, que é o passaporte para arrematar o segmento de interesse no banco.

A equipe econômica do governo vê como fundamental a escolha de parceiros para que o banco público possa seguir com os planos de listar a operação de seguros na bolsa no começo de 2020, que será a primeira da instituição.

A Caixa detém hoje cerca de 70% do mercado de financiamento imobiliário, o que faz com que a disputa das seguradoras pela área seja aquecida. A francesa CNP tem a seu favor a aproximação que já tem com o banco, uma vez que concluiu recentemente um contrado de exclusividade de R$ 7 bilhões por 25 anos nos ramos de seguro de vida, previdência e prestamista.

Além da abertura de capital da seguradora, a Caixa também espera fazer a venda de ativos da empresa de cartões. No entanto, a cúpula do banco destaca que o processo para a área de cartões é mais complexo pois a empresa faz parte da Caixa Participações, holding do banco.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Rafael Borges - 24/09/2019 - 10:13

Coronavírus faz Ibovespa tombar 7%; bolsa tem maior queda diária em quase 3 anos​​