Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

CoinFLEX apresenta estratégia para facilitar serviços de empréstimos na indústria cripto

29/06/2020 - 15:13
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
CoinFLEX deseja facilitar a tomada de empréstimos no setor cripto (Imagem: CoinFLEX)

Em uma tentativa de dar vida ao seu mercado de derivativos em cripto, CoinFLEX, sediada em Hong Kong, está relançando sua plataforma e focando no que afirma que trará uma reviravolta cripto ao mercado de acordos de recompra (“repo market”).

Lançada em 2019, a CoinFLEX havia surgido como um mercado para futuros entregues fisicamente. Apesar de um sucesso no início, a empresa falhou em desbancar seus adversários no mercado de derivativos em termos de volumes nocionais de negociação.

O relançamento põe o novo produto no centro do mercado: o CoinFLEX Repo Market. Também está acrescentando contratos à vista e perpétuos a seu mercado.

De certa forma, o novo produto se aproveita do conceito de “mercado de acordos de recompra” do setor bancário tradicional. Operado nos bastidores do sistema financeiro, esse mercado facilita um tipo de empréstimo entre grandes instituições financeiras.

Basicamente, grandes bancos de compensação são a ponte entre outros bancos e investidores, permitindo que negociem ativos (dinheiro e valores mobiliários seguros) por um curto período de tempo — geralmente, menos de 24 horas.

A rápida infusão de dinheiro fornece aos bancos uma forma barata de financiar negociações ou outras atividades comerciais.

Tal mercado de acordos de recompra existe na indústria cripto, mas em uma escala muito menor: entre US$ 5 a 50 milhões equivalentes a tais transações são negociados diariamente, segundo estimativa de um executivo da indústria.

Ainda assim, o mercado está fragmentado e grande parte dos acordos são feitos de forma bilateral em vez de por meio de uma parte compensatória que faz a ponte entre duas entidades.

O objetivo da plataforma é trazer mais participantes a esse tipo de mercado, em que corretoras, mineradores e demais clientes consigam trocar posições em derivativos de bitcoin (Imagem: CoinFLEX)

Em relação à CoinFLEX, sua plataforma reformulada poderia trazer mais participantes ao mercado de acordos de recompra, permitindo que uma grande instituição, como uma mineradora ou uma corretora, simultaneamente altere uma posição em trocas perpétuas para bitcoin.

O outro lado da negociação poderiam ser outros tipos de participantes de mercado, incluindo clientes de varejo ou de “day-trading”.

“Então quando um usuário A compra um acordo de recompra, está comprando 1 BTC (à vista) e vendendo 1 BTC (perpétuo) simultaneamente, com algumas porcentagens de diferença (que podem ser 0% ou 0,01% ou -0,01%)”, explicou Mark Lamb, CEO da CoinFLEX.

“O benefício é que não é um acordo complexo que tem de ser negociado, nem compradores e vendedores devem ‘firmar’ nada após a negociação. É uma negociação feita na CoinFLEX e seu resultado garantem alterações imediatas em seus saldos à vista e posições perpétuas.”

Essas transações, assim como no mercado tradicional de acordos de recompra, podem reverter no dia seguinte.

Grandes corretores ou investidores se beneficiem se conseguirem sair rapidamente de sua posição perpétua para obter vantagem de outras oportunidades de negociação, incluindo a capacidade de pedirem empréstimos rapidamente com seus criptoativos, segundo Lamb.

Em relação aos negociadores de varejo, estes se beneficiam do ganho de rendimento.

A transição vem após um período relativamente difícil para a CoinFLEX — pelo menos da perspectiva de volumes.

Desde o fim de 2019, volumes de negociação em seu contrato de futuros entregues fisicamente caíram drasticamente. A empresa teve um grande impulsionamento no ano passado após lançar um programa de incentivo para formação de mercado.

De fato, no terceiro trimestre de 2019, a CoinFLEX derrotou suas adversárias, desde BitMEX à FTX e Bakkt, corretora da Intercontinental Exchange (ICE).

Pessoas familiarizadas com o mercado notam que a abordagem da CoinFLEX funcionou à medida que atraiu fornecedores de liquidez, mas falhou em atrair usuários de outros mercados.

“Quando os incentivos acabam, investidores vão embora”, disse um executivo. “Precisa existir algo que te mantenha na plataforma.”

Futuros de BTC – volumes diários agregados (Imagem: Skew)

Ainda assim, Lamb aposta que o novo mercado de acordos de recompra funcionará. Isso porque a oferta reformulada fornece uma infinidade de produtos de uma vez, permitindo que negociadores migrem mais facilmente em vez de operarem em inúmeras plataformas.

Segundo Lamb:

Você nem precisa esperar que o fechamento do dia no contrato perpétuo se você quiser converter urgentemente — você pode negociar no livro de ofertas dos acordos de recompra.

Assim, liga nosso contrato perpétuo mais ao mundo à vista e permite que empresas [de mercado de balcão, ou OTC] usem o contrato perpétuo como um hedge (proteção) mais eficaz.

Agora, muitas empresas de OTC irão fazer o hedge na BitMEX ou em outras se um cliente comprar BTC da empresa de OTC.

Em seguida, irão vender o hedge da posição vendida do contrato perpétuo em BTC e comprar BTC à vista, convertendo o contrato perpétuo em uma posição à vista.

Tal processo é caro, se pensarmos na perspectiva de taxas, e demora muito tempo, segundo ele. Na CoinFLEX, uma mesa de OTC poderia comprar uma troca perpétua na plataforma como um hedge enquanto adquirem um acordo de recompra para converter a posição em uma posição à vista.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 29/06/2020 - 15:13