Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Com Selic a 9,25%, vale a pena voltar a investir na poupança?

Tamires Vitorio
08/12/2021 - 19:07
Reais; investimentos
(pikisuperstar/Freepik)

A taxa de juros básica do Brasil aumentou em 1,5 ponto percentual, indo para 9,25% nesta quarta-feira (7).

Com a alta, a poupança volta a funcionar na regra anterior e volta a encher os olhos do investidor mais conservador que, até meados deste ano, havia migrado para outros investimentos mais rentáveis. Mas será que vale mesmo a pena voltar a guardar o dinheiro na poupança?

Para Marília Fontes, fundadora da Nord Research, a resposta é bastante simples: não vale a pena. “Mesmo voltando ao patamar de cálculo anterior, a Selic ainda rende menos que outros investimentos de renda fixa, como o Tesouro Selic, por exemplo”, diz. Isso porque o Tesouro Selic rende 100% da taxa de juros — a poupança, não.

Quando a Selic passa de 8,5% ao ano, o rendimento é de 6,17% no mesmo período, enquanto, quando a taxa está abaixo dessa porcentagem, seu rendimento é de 70% + a Taxa Referencial (calculada pelo Banco Central e atualmente em zero).

Apesar de voltar à regra anterior, alterada em 2012, Fontes entende que ainda não é o suficiente para que o investidor volte a pensar na poupança. “A rentabilidade da poupança depende da TR. Dessa forma, não vale a pena”, afirma.

A mesma opinião vale para Cristina Cardoso, especialista da Veedha Investimentos.

“A poupança não é uma alternativa interessante para fazer o dinheiro render e seu rendimento será corroído pela inflação —- que tende a seguir em patamar ainda elevado. Mesmo que com a alta da taxa Selic, existirão alternativas de investimentos mais atraentes, pois a rentabilidade dessas alternativas também tendem a subir”, diz. Para Cardoso, o Tesouro Selic também é a opção mais indicada para quem é mais conservador.

Segundo Adriano Rondelli, especialista da Valor investimento, o mercado não enxerga a poupança como um investimento indicado no momento porque, apesar de ser de baixíssimo risco, não rende tanto e não é tão segura quanto o Tesouro Selic, uma vez que ele conta com a garantia da União. “O Tesouro Selic apresenta ainda menos risco do que a poupança, rendendo mais”, diz.

Paola Brum, analista da Toro Investimentos, afirma que a poupança pode se tornar viável somente se a inflação do Brasil abaixar.

“Por enquanto, tanto depósitos na antiga como na nova Poupança continuam perdendo para a inflação, visto que é esperado que o IPCA acumule um salto acima de 10%, em 2021. Para 2022, já se estima um IPCA acima de 5%, rompendo o teto da meta para a inflação no ano, no Brasil. Com base nesta estimativa, os 6% de rendimento anual da antiga Poupança podem até ultrapassar levemente a inflação no ano que vem”, afirma.

A rentabilidade da Selic frente a outros investimentos ainda é baixa. Se uma pessoa investe R$ 1.000, por exemplo, ao final de 30 meses ela terá R$ 1.183,4. Já o Tesouro Selic chega a R$ 1.199,99 no mesmo período.

 

Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Tamires Vitorio - 08/12/2021 - 19:07

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto