Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Como proteger seus dados em um mundo tão conectado?

07/03/2020 - 11:00
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
A tecnologia divergente permite que pessoas obtenham um nível de liberdade pessoal, privacidade e anonimidade em um monte onde seus rastros digitais são registrados, rastreados e vendidos (Imagem: Freepik)

O mundo começou a transição de longo prazo para a Web 3.0, então um possível resultado é a redução na dominância do Google, do Facebook e da Amazon conforme as pessoas retomam o direito sobre seus dados.

No entanto, até esse momento chegar, cabe às pessoas se protegerem da melhor forma que puderem.

Neste artigo, você vai aprender sobre a “tecnologia divergente” e as ferramentas que podem ajudar usuários a reduzirem o vazamento de dados.

Uma rebelião contra a sociedade orwelliana

O termo “tecnologia divergente” (ou “tecnologia dissidente”) foi cunhado por Maya Zehavi, empreendedora de blockchain, e se refere à tecnologia que permite que usuários fujam das garras dos conglomerados tecnológicos que estão coletando dados de usuários (geralmente sem consentimento) e compartilhando com terceiros.

O capitalismo de vigilância, termo usado para descrever a ampla coleta e venda de dados pessoais, se tornou uma nova fonte de lucro para empresas de tecnologia.

Porém, a totalidade da vigilância digital é ainda mais dominante, conforme Edward Snowden revelou em 2013, quando expôs os programas de vigilância em massa do grupo Five Eyes.

A verdade é que se você possui um iPhone, usa redes sociais ou tem um dispositivo de comando de voz como a Alexa em sua casa, é praticamente impossível que você escape desse novo tipo de vigilância digital.

E quem não quer tuitar suas opiniões ou compartilhar fotos no Instagram? É claro, ninguém está te obrigando a usar essas tecnologias, mas ficar sem celular? Isso é difícil.

A vigilância digital faz com que algoritmos rastreiem todos os seus dados se você não tomar as medidas necessárias para protegê-los (Imagem: Freepik/pikisuperstar)

Felizmente, para aqueles que se importam com privacidade de dados, existe a tecnologia divergente.

Serviços de ligações criptografadas, aplicativos de mensagens privadas, navegadores de internet anônimos e sistemas de pagamento digital indetectáveis são exemplos dessa tecnologia. A maioria não eram disponíveis para uso comum até recentemente.

Ferramentas de tecnologia divergente

Você não precisa ser um grande “criptoanarquista”, defensor da privacidade ou divergente político em um regime totalitário para usar a tecnologia divergente.

Qualquer um que deseje ter certo nível de privacidade no mundo digital de hoje pode (e deve) usá-la.

Veja, abaixo, uma lista de ferramentas populares de privacidade que podem ser usadas para mitigar o rastreamento e a exploração de seus dados pessoais.

Há diversas ferramentas bem-conhecidas, principalmente no mundo cripto, que evitam que seus dados sejam coletados por terceiros (Imagem: Freepik)

Bitcoin e outras criptomoedas

Embora não seja o método de pagamento digital mais anônimo disponível, o bitcoin fornece a cada pessoa a capacidade de ter controle completo sobre suas finanças.

Além disso, Wasabi, carteira focada em privacidade, fornece a integração do método CoinJoin para permitir que usuários aumentem a fungibilidade (em que o ativo pode ser trocado por outro bem ou ativo do mesmo tipo) e a privacidade transacional para os bitcoins guardados na carteira.

Existem também outras criptomoedas, como Monero, que oferecem transações P2P ou peer-to-peer (de pessoa para pessoa) fora do sistema bancário tradicional.

Finanças autossoberanas já existem.

Aplicativos de mensagens criptografadas

O que quer que você digite no Messenger do seu Facebook pode ser acessado e visualizado pelo Facebook. O mesmo acontece com a maioria dos aplicativos de mensagens mais comuns.

Como resultado, surgiu a demanda por aplicativos de mensagens criptografadas de ponta a ponta.

Usuários podem aumentar seu nível de privacidade ao usar aplicativos como Signal, um aplicativo de mensagens criptografadas, recomendado por Edward Snowden e diversos outros defensores de privacidade.

Felizmente, existe um crescente número de serviços de e-mails criptografados que fornecem privacidade (Imagem: Freepik/slidesgo)

Serviços de privacidade para e-mails

O Google pode ler seus e-mails. Logo, a sua conta no Gmail não é a melhor opção quando se trata do envio de e-mails que contenham informações confidenciais ou privadas.

Felizmente, existe um crescente número de serviços de criptografia para e-mails que fornecem privacidade.

Embora haja discussões sobre quão anônimos esses serviços realmente são, serviços populares de criptografia para e-mails incluem ProtonMail, Tutanota e Thunderbird.

Navegadores privados

Navegadores de privacidade permitem que usuários “surfem” pela internet sem serem rastreados. O principal navegador com foco em privacidade é o Tor, que é bem popular entre jornalistas e ativistas políticos.

Tor faz o roteamento do tráfego de internet através de uma rede de nós, chamada de Tor Network, para tornar difícil que qualquer pessoa rastreie seu histórico de navegação.

Agora, o navegador Brave integra Tor, facilitando ainda mais as coisas.

vpn privacidade bloqueio geográfico tecnologia acesso servidor endereço rede internet segurança
VPN são muito usadas por pessoas que querem acessar conteúdos bloqueados em seu país e/ou querem evitar a rastreabilidade de seus dados (Imagem: Unsplash/@lagopett)

Redes privadas virtuais (VPN)

VPNs são bem populares entre pessoas que preferem assistir aos filmes mais recentes em vez de irem ao cinema. Redes privadas virtuais também são extremamente populares em países que restringem determinados tipos de conteúdos.

Embora nem todas as VPNs sejam desenvolvidas da mesma forma, elas acrescentam uma camada de privacidade para usuários de internet.

Sem dúvidas, a China fornece o melhor caso de uso de VPNs. Se você está em território chinês e quiser acessar sua conta do Facebook, você precisará usar uma VPN. É claro que a China baniu o uso delas em 2018.

As cinco tecnologias mencionadas acima são apenas uma pequena fração da grande tecnologia divergente. O mercado de tecnologias para o aumento de privacidade é maior do que você pensa e a demanda está crescendo.

Por fim, o melhor conselho para qualquer um que preze por sua privacidade é manter o máximo de informações pessoais fora da internet o possível.

Pergunte-se: você realmente precisa compartilhar tudo nas redes sociais, habilitar o rastreamento de localização em todos os aplicativos móveis, usar o Facebook todos os dias, ter dispositivos de Internet das Coisas em casa ou discutir informações pessoais pelo celular ou Messenger?

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 03/03/2020 - 13:46